Home / Variedades / Amor está no coração da mãe adotiva
Marlene Drezza 2

Amor está no coração da mãe adotiva

Dizem que a mãe adotiva nasce quando o seu olhar se cruza com o do filho que não gerou no ventre, mas que naquele momento um amor invade o seu coração. Assim é a emocionante história de Marlene Martins Drezza, moradora de Várzea Paulista que adotou duas crianças. Ela destaca os desafios e as virtudes de uma relação baseada no amor incondicional, que une sua família a cada ano que passa.

Marlene conta que sempre alimentou o sonho de ter um filho. Ela casou-se com 30 anos e no início tentou ter os filhos naturalmente. “Mas com o passar do tempo, percebemos que algo não estava normal e decidimos fazer exames e posteriormente, duas inseminações artificiais, que não deram certo”, conta Marlene, salientando que após as inseminações, ela e o marido Márcio José Drezza, optaram por adotar uma criança.

Mesmo a adoção, segundo ela, não foi tão fácil assim, pois, por problemas burocráticos, passaram-se 17 anos até a chegada do primeiro filho. “Assim que entramos na fila de adoção, a nossa primeira escolha era para um recém-nascido, mas como estava demorando, fizemos uma segunda opção para uma criança acima de dois anos e, em 2009, chegou o ‘Fábio Henrique’, que tinha 2 anos e meio e hoje está com 11 anos. Ele veio uma semana antes da Páscoa e isso nos emocionou muito”, lembra Marlene.

Ela conta que após oito anos, o casal foi abençoado com uma menina, a ‘Aichah Caroline’ que tinha três anos. “Conseguimos dois filhos maravilhosos e o sentimento é de muita recompensa poder realizar este sonho. Hoje posso dizer que, independente de ser adotiva ou biológica, a mãe tem um importante papel na família, que é educar, orientar, repreender se necessário, mas acima de tudo, dar muito amor aos filhos”, enfatizou.

Por fim, Marlene contou que hoje a relação com os filhos é de muita transparência em relação ao fato de serem adotados. “Temos um diálogo muito aberto e franco e eu sempre digo que eles têm uma família que os ama e que eles nasceram do meu coração”, enfatizou.

Leia também

dia-dos-namorados

Por que o Dia dos Namorados é em junho no Brasil e em fevereiro no resto do mundo?

Qual é a origem do Dia dos Namorados no Brasil? Enquanto os Estados Unidos e …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com