Home / Variedades / Duas histórias, mas um único amor: a maternidade
Mães (1)

Duas histórias, mas um único amor: a maternidade

Ser mãe já é uma dádiva para muitas mulheres. E quando, após ser mãe, a mulher tem a experiência de ver a sua filha sendo mãe, ou seja, ser avó. Esta é a história de Mariza de Siqueira e a filha Iza Maria de 17 anos que espera seu primeiro filho.

Mariza conta que atualmente exerce tanto o papel de mãe, quanto o de pai, pois, tem cuidado sozinha de sua filha. Para ela, a maternidade tem um significado muito especial. “Ser mãe é a coisa mais maravilhosa que Deus permitiu a mulher. É praticamente renascer todos os dias, pois, não existe apenas um dia das mães, temos esta função em todos os momentos. E uma satisfação muito grande e não tem dinheiro que compre esta felicidade”, salientou Mariza, destacando ainda o grande privilégio de ter sido pai e mãe e desde cedo chamou a responsabilidade destas funções para ela. “E nem por isso perdi os sentimentos que a maternidade traz”, destacou.

A filha Iza Maria também demonstra a satisfação em poder ser mãe e usa como espelho no que se refere aos sentimentos, a própria mãe. “Ao longo destes anos, ela tem sido tudo para mim e eu pretendo ser tudo para meu filho e é um privilégio porque você realmente sente o amor de Deus dentro de você e poder gerar uma vida e futuramente ensinar e amar esta ‘pessoinha e eu quero ser igual a minha mãe e ensinar tudo e o dobro ao meu filho’”, enfatizou.

Leia também

dia-dos-namorados

Por que o Dia dos Namorados é em junho no Brasil e em fevereiro no resto do mundo?

Qual é a origem do Dia dos Namorados no Brasil? Enquanto os Estados Unidos e …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com