Home / Brasil / Fogos de artifício e os cuidados para a diversão segura nos Festejos Juninos e Copa
Crianças e fogos

Fogos de artifício e os cuidados para a diversão segura nos Festejos Juninos e Copa

Pediatra do HU fala dos cuidados em casos de acidentes

Enfim, chegamos ao mês de junho. Tempo de festas juninas e, neste ano, época da Copa do Mundo. Dois festejos que têm em comum os fogos de artifício. E para que seja de fato um período de comemorações, é preciso ter muito cuidado com o manuseio de rojões, foguetes, estalinhos e todos os itens inflamáveis. Os adultos devem redobrar os cuidados com as crianças, já que os fogos são fascinantes e os pequenos não têm noção do perigo. O descuido pode significar acidentes como queimaduras, mutilações, lesões nos olhos e até surdez.

A médica pediatra do Hospital Universitário de Jundiaí (HU) Dra. Ana Paula Felgueiras orienta para que os fogos de artifício sejam manipulados por adultos, em locais distantes de crianças e até mesmo outros adultos. “Os casos em que eventualmente ocorrer um acidente, devem ser imediatamente encaminhados para o pronto-socorro”, alerta.

As queimaduras são os casos mais frequentes. “Não se deve passar nada no local, jamais recorrer a essas dicas caseiras com uso de pasta de dente, pó de café e tantas outras. Porque no hospital, será necessário remover estes produtos da pele para avaliar o dano causado e isso pode ser dolorido e machucar ainda mais”, orienta. “No máximo é possível fazer uso de analgésico já prescrito anteriormente por um médico”.

Outra situação que pode ocorrer é ter os olhos atingidos por faísca. “Nestes casos, pode-se lavar com água corrente, abundante e limpa e procurar o atendimento médico”, diz. E para evitar danos do pavilhão auditivo e na audição, a dica é que os rojões sejam manipulados a uma distância de pelo menos 30 metros de aglomerações de pessoas, em local aberto e posicionado para o alto. O ideal é que o artefato tenha base para encaixar no suporte instalado no chão, assim não é necessário segurar com as mãos.

Em tempos, é bom lembrar que os cuidados com fogos de artifício devem começar na compra. Devem ser adquiridos em lojas especializadas, as embalagens devem trazer instruções de uso em português e o consumidor precisa verificar a data de validade. Na hora de manusear, jamais tentar acender fogos que falharam, estes devem ser embalados e devolvidos na loja onde foram adquiridos.

Leia também

jovens na educação

Mais de 1 milhão de jovens não concluem o ensino médio até os 19 anos, diz pesquisa

Dos 3,2 milhões de brasileiros com 19 anos, 2 milhões concluíram o ensino médio, o …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com