Home / Destaque / Júri condena a 12 anos de prisão acusado de matar a namorada com tiro na cabeça em Jundiaí
assassinovaiajuri

Júri condena a 12 anos de prisão acusado de matar a namorada com tiro na cabeça em Jundiaí

O homem que matou a namorada com um tiro na cabeça, no bairro Engordadouro, em Jundiaí (SP), foi condenado a 12 anos de prisão por júri realizado nesta quinta-feira (14). O crime de homicídio duplamente qualificado foi em outubro de 2015.

Na época, Tiago Mendes Godoy deu um tiro na cabeça da manicure e foi encontrado na casa da mãe dele, em São José dos Campos. A investigação chegou a Tiago ao ouvir vizinhos do apartamento que ele morava e onde ocorreu o crime.

De acordo com o delegado Luis Carlos Duarte, na ocasião, o réu foi encontrado dormindo ao lado da arma do crime.

No dia da prisão, o rapaz contou à polícia que tinha encontrado o revólver em um ônibus. No caminho até Jundiaí, o suspeito, que mantinha uma relação amorosa há quase dois anos com a vítima teria negado aos policiais e afirmou que Cláudia cometeu suicídio.

No entanto, a Polícia Civil informou que tinha provas que levam à autoria do disparo como sendo dele.

A vítima foi encontrada nua, deitada sobre a cama e com uma marca de tiro na cabeça. O réu vai continuar cumprindo a pena no Centro de Detenção Provisória (CDP) de Jundiaí.

(Fonte: G1)

Leia também

mata-ciliar

Com dificuldade financeira, ONG Mata Ciliar faz ‘vaquinha’ virtual para manter trabalho com quase 800 animais

A organização não governamental (ONG) Mata Ciliar de Jundiaí (SP) precisa de ajuda financeira para …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com