Home / Destaque / Rainha Diambi Kabatusuila do Congo visita Unifaccamp e fala sobre vários temas
rainha na faccamp (21)

Rainha Diambi Kabatusuila do Congo visita Unifaccamp e fala sobre vários temas

Uma integração cultural. Este foi o objetivo da vinda da Rainha Diambi Kabatusuila, da Ordem do Leopardo, da República Popular do Congo que esta no Brasil. Em sua visita ao país ela visitou a cidade de Campo Limpo Paulista. A soberana está em visita oficial ao Brasil, desde o dia 27 de fevereiro quando chegou à cidade de Salvador.

O Congo faz parte do grupo de países africanos de etnia bantu, que foram os primeiros africanos que pisaram no solo brasileiro na época da colonização, e foram de suma importância para a nossa identidade cultural, pois eles contribuíram na formação do samba, na culinária, na linguagem, nos Candomblés de etnia bantu, nos cultos aos ancestrais, e nas práticas medicinais e ritualísticas que favoreceram o nascimento da Umbanda. Esta é a primeira visita de um monarca Bantu após a escravidão colonial de africanos trazidospara o Brasil.

Ao chegar, ela foi recepcionada por representantes das comunidades indígenas e afrodescendentes da região e de outras cidades que vieram reverenciar a rainha.

Aproveitando o Dia Internacional da Mulher, a soberana falou sobre a violência que ocorre em todo o mundo e também no Brasil. “Precisamos nos unir para dar um basta a esta violência, pois esta violência não é exclusiva do Brasil, mas em todo o mundo e a mulher negra é uma das maiores vítimas”, falou em seu pronunciamento.

A rainha ministrou palestra sobre a cultura de seu país e do povo bakongo (povo Congo) e também da influência africana na cultural do Brasil e de outros países e enfatizou que cada ser humano é um africano. “Pois, se todos os negros vieram da África, não devia haver diferença entre os povos”, enfatizou.

O mantenedor da Unifaccamp, Nelson Gentil, falou que o evento faz parte da internacionalização da entidade e destacou que outro pais que também participou de eventos foi Angola em cursos de mestrado e pós-graduação. “Este intercâmbio estudantil e cultural é muito importante e no próximo semestre teremos um encontro mundial sobre gerontologia no qual a Unifaccamp deve participar”, destacou.

Já a reitora da Unifaccamp, Patrícia Gentil Simioneto, qualificou a vinda da rainha a entidade, como um marco para a cidade e um dos benefícios para toda a cidade é a oportunidade de conhecer uma cultura diferente e muito rica com a própria rainha. “Eles trazem a historia do país e isso para gente é muito importante, este contato direto com a história e a realidade de um país que tem muito haver conosco”, salientou.

Leia também

Guarda Jundiai

GM de Jundiaí lança vídeos com ‘Dicas de Segurança’

Neste sábado (20), as redes sociais da Prefeitura apresenta o primeiro de uma série de …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com