Home / Destaque / Viaduto da Ponte Seca em Várzea Paulista recebe o nome de ‘Hermínia Fragas Cantareira’
Viaduto ponte seca

Viaduto da Ponte Seca em Várzea Paulista recebe o nome de ‘Hermínia Fragas Cantareira’

Com a presença dos familiares e amigos (foto), a Câmara Municipal de Várzea Paulista aprovou na noite desta terça-feira (3) o Projeto de Lei nº 18/2018 do prefeito Juvenal Rossi que denomina o viaduto da Ponte Seca, que será inaugurado em breve, como ‘Hermínia Fraga Cantareira’. A propositura entrou na ordem do dia em regime de urgência e foi aprovado por nove votos.

sessão (11)

Durante os trabalhos os vereadores ainda fizeram a leitura do Projeto Substitutivo nº1 ao Projeto de Lei nº 11/2018 de autoria do Executivo que dispõe sobre as diretrizes para a execução da Lei Orçamentária anual de 2019. A lei fica à disposição dos vereadores por dez dias para que possam apresentar emendas. Também ficou decidido que no dia 16 às 17 horas será realizada uma Audiência Pública para a discussão da lei. A mesma deve ser votada na sessão do dia 17.

Na ordem do dia os parlamentares votaram e aprovaram os Projetos de lei nº 14 e 17 do prefeito Juvenal Rossi, que dispõe sobre a alteração de metais e diretrizes ao PPA 2018/2021, LDO para 2018 e a Abertura de Crédito Especial ao Orçamento. Também foram encaminhada ao Executivo, 32 indicações dos vereadores para a execução de obras e ações na cidade.

Quem é Hermínia Fraga Cantareira

O nome de Hermínia Fraga Cantareira foi indicado para denominar o viaduto da Ponte Seca  através de uma moção popular para homenagear a representante de uma das famílias mais tradicionais de Várzea Paulista e pioneira daquela região.

Nascida em Várzea Paulista, no dia 14 de março de 1919, no bairro Ponte Seca. Na adolescência, ajudava seus pais, senhor Benjamin Fragas e Senhora Maria Ruivo Fragas, na lavoura. Casou-se em 1935 com João Cantareira, no qual tiveram 13 filhos. Gostava de participar de reuniões sociais de interesse do bairro e da cidade. Acompanhou e participou da formação da comunidade católica São Pedro, no bairro, e foi escolhida, na época, pelo Pároca da igreja Nossa Senhora da Piedade, Padre Venilton Calheiros, como madrinha da comunidade. Mesmo com a idade avançada e a saúde debilitada, em época de eleição, fazia questão de exercer seu papel de cidadã e votar, contribuindo, cobrando e discutindo sobre melhorias a serem feitas no município de Várzea Paulista. A Senhora Hermínia Fragas Cantareira faleceu no dia 23 de setembro de 2005, com 86 anos de idade. Foi um exemplo de dedicação e respeito mútuo.

Leia também

colsan-doacao-de-sangue-23

Colsan Jundiaí faz plantão nesta quinta (15) para coleta de sangue

  Em estado de alerta devido à redução do número de doadores de sangue, o …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com