Home / Cultura / 12º GAC de Jundiaí promove 21ª Volta à Caserna

12º GAC de Jundiaí promove 21ª Volta à Caserna

Uma prática que já é adotada em todas as unidades militares do Exército Brasileiro e que teve início em Jundiaí, o ‘Volta a Caserna ‘ é uma oportunidade que os reservistas têm de rever os amigos e ainda poder relembrar um tempo que marca a vida dos que um dia foram soldados da Pátria. Com este espírito foi realizado no sábado (1º) mais uma edição do Volta à Caserna, que este ano celebrou os 99 anos do 12º Grupo de Artilharia de Campanha (GAC) Barão de Jundiahy.

21º Volta a Caserna (13)

21º Volta a Caserna (32)21º Volta a Caserna (21)Como acontece todos os anos, os portões da unidade militar foram abertos às 9 horas, mas devido a participação de cerca de 5 mil pessoas de toda a região, segundo o comando do 12º GAC, a solenidade teve que ser 21º Volta a Caserna (83)atrasada em cerca de uma hora. Por volta das 10h30 teve início a solenidade com a simulação de uma batalha da 2ª Guerra Mundial da Força Expedicionária Brasileira (FEB), seguida do hasteamento do bandeira do Brasil.

Na sequência, militares de várias unidades militares desfilaram para o comandante do Grupo Barão de Jundiahy, tenente coronel Carlos Henrique da Silva Martins. Encerrando a solenidade, os reservistas comandados pelo General José Mário Facioli adentraram ao pátio das manobras desfilando orgulhosamente relembrando seus tempos de  caserna.

O orador José Carlos Zarpellon da classe de 1949 que este ano celebra o seu Jubileu de Ouro fez um discurso emocionado citando o General Matheus de Paula Madureira como mentor deste evento. “Quando instituiu este evento estava em ‘estado de graça’, pois o Volta a Caserna é hoje inspiração e modelo para outras unidades militares”, destacou.

Já o comandante do 12º GAC destacou o caráter de integração entre os reservistas e o Exército Brasileiro. “E um momento de confraternização e a oportunidade de estar junto com as famílias e vivenciar tudo o que o Exército se compromete que são os valores e as tradições que hoje são muito caras e necessitamos em nossa sociedade”, destacou, observando que o patriotismo ainda é celebrado por grande parte da sociedade. “Acredito que a sociedade tem deixado de lado estes aspectos relacionados aos valores e tradições da Pátria, que são fundamentais para que tenhamos uma Nação saudável, aonde o direito vem apenas depois dos deveres. E a vinda neste evento pelas famílias visualizando e entendendo a nossa mensagem mostra que para fazer da nação um país sério, somente cultuando os valores e a tradição e ter um mínimo de disciplina  e principalmente, entendendo que antes do direito vem os deveres”.

O general José Mário Facioli enfatizou que eventos como estes reforçam o amor à Pátria, mas que infelizmente, alguns só vêm descobrir isso no quartel. “E essa reunião é o desejo de todos de querer um Brasil cada vez melhor, mais próspero e mais justo e com maior patriotismo”, destacou.

 

Leia também

Confira o cronograma após antecipação de prazo para segunda dose da Pfizer

Após antecipação feita pelo Governo do Estado, de 12 semanas para oito semanas, varzinos já …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com