Home / Destaque / Ainda sem uma cura definitiva, Alzheimer pode se tratado

Ainda sem uma cura definitiva, Alzheimer pode se tratado

Chamada de doença silenciosa, o Mal de Alzheimer tem no dia 21 de setembro, uma data para a discussão deste problema, um tipo de demência caracterizada pela perda gradual e progressiva da memória, com comprometimento de uma ou mais funções como a atenção e capacidade de raciocínio. A Associação Internacional de Alzheimer estima que o número de pessoas portadoras da doença, em nível mundial, deve atingir 75 milhões em 2030.

Depressão, diabetes, pressão arterial elevada na meia-idade e obesidade são alguns dos fatores que podem aumentar o risco da pessoa adquirir o Mal de Alzheimer é o que apontam estudos, sugerindo, inclusive que cerca de um terço dos casos da doença são atribuíveis a fatores de risco modificáveis, o que significa que há uma chance de evitá-los com mudanças de estilo de vida, como parar de fumar, fazer mais exercícios.

 

Leia também

Operação Noites Frias: com queda de temperatura, equipes intensificam abordagem nas ruas de Jundiaí

A Unidade de Gestão de Assistência e Desenvolvimento Social (UGADS) retoma nesta segunda-feira (08) a …

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com