Home / Destaque / Alunos da Faculdade de Medicina de Jundiaí (FMJ) ouvem as ‘Vozes das Ruas’ em projeto humanitário

Alunos da Faculdade de Medicina de Jundiaí (FMJ) ouvem as ‘Vozes das Ruas’ em projeto humanitário

Muitas vezes, a dor não é física, mas sim causada por carência afetiva e por querer  ser ouvido. Esse é um dos papeis dos futuros médicos da Faculdade de Medicina de Jundiaí (FMJ) no Programa ‘Vozes das Ruas’, que há dez anos vem ajudando pessoas que muitas vezes não têm acesso adequado aos sistemas de saúde. “Nestes atendimentos podemos perceber diversas falhas nos sistemas públicos de saúde, quer seja pelo acesso a consultas, quer por dificuldades  de acesso a exames difíceis ou ainda pelo atendimento que recebem quando conseguem marcar essa consulta. Também percebemos como muitos dos que são atendidos querem apenas conversar  e ao ouvi-las conseguimos nos colocar no lugar dessas pessoas e praticar nossa empatia, algo muito importante para a prática da medicina humanizada”, argumentou Arthur Torres Neves, gestor do projeto  que surgiu há 10 anos, quando os próprios alunos da faculdade tiveram a ideia de ajudar e ter um contato mais próximo com a população carente de Jundiaí , levando ações transformadoras de saúde e qualidade de vida para estas pessoas. “Este convívio aproxima os alunos de uma realidade diferente das deles e incentiva a prática de uma medicina mais humana desde o primeiro ano de formação”, salienta.

Vozes das ruas2

Segundo ele, a cada atuação os alunos percebem como, com o pouco que sabem, já conseguem ajudar as pessoas. “Temos cada vez mais certeza da importância da empatia e da escuta no atendimento da população. Assim, há mais uma razão para estudar o que estudamos e entender melhor o por quê de termos escolhido  a Medicina”, pontuou.

O projeto

O Projeto Vozes das Ruas realiza atuações nas quais os voluntários são capacitados para realizar a aferição da pressão arterial, medidas antropométricas (peso, altura, circunferência abdominal e do quadril) e glicemia. Após essas medidas, o indivíduo atendido é encaminhado para um aconselhamento, onde um voluntário o orientará sobre como mudar o estilo de vida ou como mantê-lo para seguir uma vida saudável. “Queremos agradecer cada voluntário do projeto, que dedica seu tempo para ajudar a população carente e faz a realização desse projeto possível. Agradecemos também a faculdade, patrocinadores e prefeitura, que dão suporte necessário ao projeto. Por fim, agradecemos o Jornal Verdade pela oportunidade e por permitir que o Projeto Vozes das Ruas seja conhecido na região”, salientou Arthur.

 

 

 

Leia também

Dia Mundial do Turismo: em Jundiaí o setor gera renda e movimenta a economia local

Em 27 de setembro é comemorado o Dia Mundial do Turismo e o Dia Nacional …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com