Home / Cultura / Após Bienal, autores e editoras disponibilizam livros LGBTQ+ de graça

Após Bienal, autores e editoras disponibilizam livros LGBTQ+ de graça

Após o caso da apreensão de obras LGBTQ+ na Bienal do Rio de Janeiro, editoras e autores de livros com a mesma temática resolveram disponibilizar alguns de seus títulos de graça, a maioria através da loja virtual da Amazon.

A editora Rico, uma das empresas que liderou a iniciativa, comentou nas redes sociais que se trata de uma “reposta a tentativa de censura do prefeito Marcelo Crivella durante a Bienal do Livro do Rio de Janeiro”.

A promoção da Rico abrange todos os livros com temática LGBTQ+ publicados pela editora, e vai durar entre os dias 8, 9 e 10 de setembro. “Queremos que mais e mais leitores conheçam nossos livros, autores e missão”, citaram.

Escritores também se pronunciaram nas redes. Wilian Fernandes Pereira, autor do livro As Chaves do Armário, definiu a iniciativa de vender o título de graça como “forma de protesto contra a censura aos livros LGBT na Bienal”.

Victor Lopes, que escreveu Quero Andar de Mãos Dadas, celebrou que seu livro foi baixado mais de 2 mil vezes durante o domingo. “É o que consigo fazer para tentar diminuir essa palhaçada que tá acontecendo, espalhando meu livro super gay para o máximo de pessoas”, escreveu.


Ver essa foto no Instagram

A Rico Editora tem muito orgulho dos livros que publica. Acreditamos que histórias são capazes de transformar o mundo em um lugar melhor e a diversidade é e sempre foi um dos nossos pilares mais importantes. Nosso selo jovem, #SeLiga, foi criado especialmente para trazer mais representatividade às obras. Sempre trabalhamos nesse mercado contra a corrente e agora não seria diferente. Em reposta a tentativa de censura do prefeito Marcelo Crivella durante a Bienal do Livro do Rio de Janeiro, disponibilizaremos nossos e-books LGBT+ 🏳️‍🌈 gratuitamente nos dias 08, 09 e 10 de setembro. Queremos que mais e mais leitores conheçam nossos livros, autores e missão. Queremos que cada vez mais leitores se sintam representados nas páginas de nossos livros. Acreditamos que o mundo será um lugar melhor quando todos forem acolhidos por serem quem são. Vamos juntes nessa? 🌈

Uma publicação compartilhada por RICO (@ricoeditora) em

(Fonte: Uol)

Leia também

Campo Limpo: Após regularização do TAC, bairro do Pau Arcado recebe melhorias

O Termo de Ajuste de Conduta (TAC), firmado entre a Prefeitura de Campo Limpo Paulista e …

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com