Home / Opinião / Brasil, uma antítese
hildon0611

Brasil, uma antítese

O país carece de democracia, todavia tenha espasmos democráticos. A história democrática do Brasil lida com dificuldades diante dos traumas políticos e das desigualdades sociais – é como ter um cadáver insepulto comendo à mesa, é como hospedar esqueletos nos guarda-roupas.

Uma vocação mais democrática se importaria com acesso às informações e transparência de dados, com a composição da opinião pública que seja independente e autônoma diante dos interesses politiqueiros.

É ainda muito pouco considerar o direito ao voto como a forma mais plena de exercício político (a população merece mais). Notamos burburinhos das eleições e acompanhamos o corre-corre das candidaturas que povoam o mundo real e virtual, mas observamos, com tristeza, que o elemento primordial de uma sociedade de herança ocidental da democracia, a saber: o debate, é o componente menos valorizado.

Sensação de esgotamento com o universo da política justamente por conta do excesso dos discursos vazios e de certa desorientação geral da nação.

O convívio com as diferenças, a organização de pautas que permeiem a sociedade – educação, cultura, saúde, transportes e segurança, por exemplo – são elementos que estão á margem das noções políticas do povo e dos partidários. São tempos de conchavos, apertos de mãos, tapinhas nas costas, mas, dolorosamente, nunca é o tempo da diminuição das desigualdades sociais e econômicas.

O Brasil segue, como antítese, lugar onde as mudanças perpetuam privilégios.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com