Home / Destaque / Caminhoneiros terão atendimento facilitado em campanha de renegociação de dívidas com a Caixa

Caminhoneiros terão atendimento facilitado em campanha de renegociação de dívidas com a Caixa

A Caixa promove, até terça-feira (3), a campanha de renegociação de dívidas Você no Azul na Estrada, voltada para um público de aproximadamente 100 mil clientes caminhoneiros.  O banco estará presente em 19 postos de combustível nas cinco regiões do país, onde serão oferecidos descontos de até 90% para pagamento à vista de dívidas em atraso, além de outras condições especiais para renegociação de contratos comerciais e habitacionais.

No crédito comercial, os caminhoneiros podem ainda unificar os contratos em atraso e parcelar em até 96 meses; realizar uma pausa no pagamento de até uma prestação vencida ou a vencer; e efetuar a repactuação de dívida, com possibilidade de aumento do prazo. As condições variam de acordo com as características do contrato e tipo de operação.

As condições também englobam contratos habitacionais, em que os clientes podem pagar uma entrada e incorporar as demais parcelas em atraso; realizar acordo com um pagamento inicial; e utilizar o saldo do FGTS para reduzir em até 80% o valor de 12 prestações, inclusive até três prestações atrasadas.

 

Canais de atendimento

Para saber os endereços dos postos de combustível, o caminhoneiro deve ligar para o telefone 0800 726 8068 (opção 8) ou acessar o site www.caixa.gov.br/vocenoazul. A renegociação dos contratos em atraso também pode ser feita por meio dos sites www.negociardividas.caixa.gov.br, nos perfis do banco no Facebook e no Twitter, nos caminhões Você no Azul e nas agências. Na habitação, os clientes contam ainda com a possibilidade de renegociar pelo serviço Habitação na Mão do Cliente nos telefones 3004-1105 (Capitais), opção 7, ou 0800 726 0505 (demais cidades).

Leia também

Anvisa libera CoronaVac para crianças e adolescentes entre 6 e 17 anos

Agência vetou dose para menores imunossuprimidos A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) aprovou nesta …

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com