Home / Destaque / Campanha incentiva a doação de leite materno em Jundiaí

Campanha incentiva a doação de leite materno em Jundiaí

A amamentação é recomendada por, pelo menos, até os primeiros seis meses do bebê após o nascimento, período em que o desenvolvimento exige todos os nutrientes necessários encontrados no leite materno.

Mas nem toda mãe conta com a sorte de amamentar o filho, recebendo então a ajuda e solidariedade de outras mães e equipes aptas a colaborar no aleitamento materno, como o Banco de Leite Humano de Jundiaí (SP).

O chamado leite excedente é o leite que a mãe produz a mais durante o período de amamentação do filho e há a escolha de colher e doar para bancos de leite.

Ir até um banco para doar não é problema em Jundiaí, pois as enfermeiras coletam o leite da doadora em casa e encaminham ao banco para análise, como faz Sandy Ellen de Oliveira, enfermeira do Banco de Leite Humano de Jundiaí, em visita às doadoras.

As enfermeiras também auxiliam as mães que precisam de ajuda em todo o processo de ordenha e armazenamento. “Nós ensinamos a fazer a massagem e a ordenha manual. Oferecemos todos os materiais e instruções de como a mãe irá fazer a retirada do leite e armazenamento.”

Os frascos de leite coletados são encaminhados ao Banco de Leite Humano. Lá, o leite é pasteurizado e passa por uma rigorosa análise, como explica a enfermeira Simoni Costa Padilha.

“Retiramos quatro mililitros de amostra do leite e enviamos para análise, na qual vamos verificar a presença de micro-organismos e ver a qualidade do leite para depois encaminhar aos bebês”, explica.

O leite doado pelas mães de Jundiaí é distribuído para três hospitais da cidade, como o Hospital Universitário. 85% dos bebês que estão no hospital dependem exclusivamente do leite doado para se alimentar, aumentando assim as chances de ir para casa o mais rápido possível.

O Banco de Leite Humano de Jundiaí fica na Rua Ragusa, 54, no Jardim Bonfiglioli. Em Sorocaba, o Banco de Leite Humano fica no Conjunto Hospitalar de Sorocaba, na Avenida Comendador Pereira Inácio, 564, no Lageado.

(Fonte: G1)

Leia também

Ansiedade pode afetar segurança e causar acidentes no trânsito

O Brasil é o país mais ansioso do mundo e também o que mais se …

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com