Home / Mundo / Catedral de Notre-Dame é símbolo de Paris e começou a ser construída em 1163

Catedral de Notre-Dame é símbolo de Paris e começou a ser construída em 1163

A Catedral de Notre-Dame, atingida por um incêndio nesta segunda-feira (15), é um dos símbolos de Paris e abriga um tesouro arquitetônico e artístico. Famosa por sua arquitetura gótica, que atrai milhões de turistas todos os anos, a igreja é conhecida ainda por ter sido cenário do romance “O Corcunda de Notre-Dame”, lançado em 1831 por Victor Hugo (1802-1885). Seu grande órgão é um dos instrumentos mais famosos do mundo no gênero.

A construção do templo dedicado à Virgem Maria (Notre-Dame quer dizer Nossa Senhora em português) levou 180 anos: de 1163, quando começou a ser erguida no local onde ficava uma igreja romana, a 1345. Localizada na Île de la Cité (uma pequena ilha no centro de Paris, rodeada pelas águas do rio Sena), a catedral foi restaurad diversas vezes em seus mais de oito séculos de existência.

O século 13 foi considerado um período negro para a catedral. Os líderes religiosos, estimando que os coloridos vitrais “comiam a luz”, substituíram muitos deles por cristais brancos. Em 1801, a catedral foi restaurada para celebrar um acordo entre a França e a Santa Sé e para a coroação de Napoleão Bonaparte, em 1804. Mas em 1831 voltou a ser saqueada e teve seus vitrais quebrados.

A “ressurreição” da construção começou em 1844, guiada pelos arquitetos Eugène Viollet-le-Duc e Jean-Baptiste Lassuss, que morreria em 1857. A restauração, que respeitou materiais, estilos e épocas, se estendeu durante mais de duas décadas. Entre 1990 e 1992, o alvo da restauração foi o grande órgão da Catedral de Notre-Dame, um dos instrumentos mais famosos do gênero no mundo. O site oficial do templo cita que também foi promovida uma limpeza na fachada, que durou mais de dez anos.

O fogo que atinge Notre-Dame nesta segunda pode estar ligado às obras que vinham sendo feitas no telhado do edifício. A torre central estava rodeada por um andaime. No final da semana passada, as 16 estátuas de cobre que ficavam no alto da catedral haviam sido retiradas do telhado por um guindaste.

Com três metros de altura e pesando cerca de 150 kg cada uma, as obras representam os apóstolos e os quatro evangelistas. A previsão era de que as estátuas, após a restauração, voltassem a ser exibidas entre o final de setembro e o início de dezembro, antes de que fossem reinstaladas no telhado. Esta seria a primeira restauração em mais de um século.

Fonte:G1

Leia também

Ilhas Canárias: lava de vulcão continua a se aproximar da água

Cumbre Vieja tem nova boca eruptiva próxima da cidade de Tacande As autoridades confirmaram, nas …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com