Home / Destaque / Com redução de internação Covid, Prefeitura investe no HC

Com redução de internação Covid, Prefeitura investe no HC

UTI Covid é desativada após queda de casos. Campo Limpo Paulista agora investe em melhorias do hospital e UTI definitiva

O Hospital de Clínicas de Campo Limpo Paulista desativou hoje (22), a UTI Covid com um número a ser comemorado: nenhum paciente internado. A redução progressiva dos casos está possibilitando novos investimentos no HC como o Centro de Diagnóstico por Imagem, inaugurado na semana passada, com ultrassom, ultrassom com doppler, tomografia computadorizada simples e contrastada, raio X, endoscopia digestiva alta e colonoscopia, trazem um novo patamar de segurança e complexidade tanto na realização de exames urgentes, como exames de rotina.

É importante ressaltar que o HC continua com os atendimentos para pacientes covid-19 e que, caso haja a necessidade de UTI, Jundiaí está preparada para prestar este suporte, como sempre fez.

O HC assumiu o seu protagonismo diante de toda a região. Em março deste ano, a nova gestão da Prefeitura de Campo Limpo Paulista já começou cumprindo o seu papel na área da saúde, salvando vidas. E, em uma parceria inédita com as cidades vizinhas Várzea Paulista, Jarinu, Jundiaí – que assumiu a maternidade – além de verba do Governo do Estado, conseguiu trazer para a cidade uma Unidade de Terapia Intensiva (UTI) com 10 leitos e um hospital de campanha, aumentando para 50 leitos a internação em enfermaria. “Em poucos dias, conseguimos funcionar perfeitamente e garantir que a população não ficasse sem atendimento. Agilidade que salvou a vida de muitas pessoas”, diz a diretora de Saúde, Alynne Sousa.

Desde o início do ano, a Prefeitura está em busca de uma UTI definitiva e agora, com a redução dos casos, busca a viabilização de convênio com o governo federal para criar um serviço inédito na cidade. Um serviço que, aliás, aumenta a complexidade do hospital para realizar além de procedimentos, cirurgias até o momento feita em Jundiaí. “Um hospital que deixa de ser uma grande UBS para enfim, cumprir seu papel no atendimento à população”.

Outras melhorias

Muita coisa mudou em tão pouco tempo. A vinda de um ortopedista que atende no hospital diariamente por 12 horas; eletrocardiograma digital com cardiologista remoto para analisar os resultados mais rapidamente; e telemedicina. Já em infraestrutura, placas solares foram instaladas, gerando mais economia. Também foi feita uma revisão de contrato e gastos, gerando uma economia no orçamento de mais de 2 milhões/ano.

 

Assessoria de Imprensa

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com