Home / Destaque / Comércio de Jundiaí tem horário estendido para vendas do Dia das Mães

Comércio de Jundiaí tem horário estendido para vendas do Dia das Mães

O comércio de Jundiaí terá horário de funcionamento estendido no sábado (08/05) para atender a demanda do Dia das Mães, celebrado domingo (9). Pesquisa realizada pelo Sindicado do Comércio Varejista de Jundiaí e Região (Sincomercio) revela que a maior parte das lojas pretende funcionar até as 18 horas. “A abertura em horário estendido é uma excelente oportunidade para os lojistas apostarem nas promoções e vendas para o Dia das Mães, segunda data de maior percentual de vendas, depois do Natal. É o momento de atender os consumidores que deixaram para comprar o presente na última hora”, afirma Edison Maltoni, presidente do Sincomercio e da Câmara de Dirigentes Lojistas de Jundiaí (CDL).

Pesquisa

A data deve movimentar 24 bilhões de reais nos segmentos do comércio e serviços, conforme levantamento feito em todas as capitais pela Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL) e pelo Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil), em parceria com a Offer Wise Pesquisas. A pesquisa revela que 77% dos consumidores devem realizar pelo menos uma compra no período — dado próximo dos 78% observados em 2019, antes da pandemia da COVID-19. As lojas físicas aparecem como o principal local de compras dos brasileiros, 69% dos entrevistados afirmaram que pretendem comprar a maioria dos presentes fisicamente sobretudo nos shopping centers (26%) e em lojas de rua (20%). “Esse é mais um dado que reforça a importância dos lojistas atraírem a atenção do consumidor com promoções, parcelamentos, variedade dos produtos, oferta de kit e vales-presentes”, avalia Maltoni.

Conforme o estudo, a internet aparece como local de compra de 57% dos consumidores, principalmente nos sites e lojas virtuais (38%). Para os entrevistados, os fatores que mais pesam na escolha do local de compra são a atratividade do preço (45%), as promoções (36%), a qualidade dos produtos (35%) e frete grátis (29%).

Presentes e tíquete médio

Os produtos campeões de venda devem ser as roupas, calçados e acessórios (49%), perfumes (42%), cosméticos (28%) e chocolates (21%). O ranking ainda é formado por flores (18%), maquiagem (14%), utensílios de cozinha (12%) e celular/smartphone (11%). Em média, cada cliente deve adquirir dois presentes e apenas 28% dos entrevistados que vão presentear a própria mãe vão consultar para descobrir o que ela deseja ganhar. 27% dos entrevistados devem gastar entre R$ 51 a R$ 100 com os presentes. Já considerando a média total de gastos, o brasileiro deve desembolsar R$ 197,46.

Leia também

Governo de São Paulo adianta vacinação contra a Covid-19. Expectativa é vacinar todos os adultos do estado até 15 de setembro

O governo do estado de São Paulo adiantou em 30 dias o calendário de vacinação …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com