Home / Destaque / DAE Jundiaí parabeniza ARES-PCJ pelo décimo aniversário

DAE Jundiaí parabeniza ARES-PCJ pelo décimo aniversário

Foto: Divulgação / DAE Jundiaí

A Agência Reguladora dos Serviços de Saneamento das Bacias dos Rios Piracicaba, Capivari e Jundiaí (ARES-PCJ) completa, nesta quinta-feira, 6 de maio de 2021, dez anos de fundação. O órgão é responsável pela regulação e fiscalização dos serviços de saneamento de Jundiaí desde 2014. O ingresso à ARES, firmado pela Prefeitura de Jundiaí, ocorreu por meio da lei municipal nº 8.266/2014.

Antes disso, o município já integrava o Consórcio Intermunicipal das Bacias dos Rios Piracicaba, Capivari e Jundiaí (Consórcio PCJ). “Por este motivo, quando foi estabelecida a ARES-PCJ, Jundiaí logo manifestou interesse em se vincular ao órgão. A cidade inclusive, à época, subscreveu a Carta de Intenções para criação da Agência”, conta o diretor superintendente de Gestão da DAE, Evandro Biancarelli.

Segundo Biancarelli, com a ARES-PCJ, Jundiaí ganhou mais profissionalização e mais qualidade nos serviços prestados à população, sendo a fiscalização um dos principais pontos que contribuíram para esta melhora.

“As mais diversas áreas técnicas da DAE, destacando-se Perdas, Operações e Eletromecânica e Comercial (Atendimento), foram beneficiadas por ações e iniciativas da Agência tornando o município referência em saneamento e proteção ao meio ambiente com 99,07% de abastecimento e 98,23% de coleta de esgoto, sendo 100% tratado”, avalia.

História
De acordo com dados da ARES-PCJ, a data de 6 de maio corresponde à Assembleia Geral de Instalação realizada, neste mesmo dia, no ano de 2011, em Americana.

“Ao longo da última década, a ARES-PCJ firmou-se como um consórcio público de referência, regulando e fiscalizando os serviços públicos de saneamento básico com base em normas e indicadores que garantam sua excelência, contribuindo para o equilíbrio nas relações entre usuários, prestadores de serviços e poder público”, declara a Agência.

Em dez anos, o número de associados saltou de 22 para 59. Na mesma dimensão, a população atendida pelos serviços regulados e fiscalizados pela ARES-PCJ passou de 1 milhão para 7,9 milhões, neste período.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com