Home / Opinião / Decrete-se a vida em vez da morte
nalini1309

Decrete-se a vida em vez da morte

Decretou-se a morte da natureza no Brasil. Em acelerada marcha-a-ré, o governo brasileiro despreza o conceito de sustentabilidade e renega compromissos assumidos com a comunidade internacional, além de revogar o artigo 225 da Constituição da República. Ignorando o fato de ser detentor do maior tesouro florestal do planeta, passa ao mundo a certeza de que assumiu postura suicida. É a Nação que dizima seus biomas e só responde com discursos vazios.

Até os mais renitentes produtores rurais, que acreditam nas explicações “científicas” de que existe mais proteção ecológica do que território, tantas as estratégias preservacionistas, enxergam o perigo de se matar a “galinha dos ovos de ouro”. O agronegócio perde espaço no mercado global, porque o governo vilão orquestra a destruição do verde e da biodiversidade.

Promover a educação ambiental em todos os níveis, principalmente de maneira informal. Mostrar que o Brasil ama o verde e se preocupa com o amanhã, é o recado que a comunidade internacional poderá receber e rever a sua opção de nunca mais investir no País e de boicotar a nossa produção agrícola. Não se pode perder de vista que, no Estado de Direito, o único titular da soberania é o povo, não o governo.

Um governo é transitório. A Nação é permanente. Incutir nas crianças o amor pela Pátria e o respeito pelo verde, cor da maior parcela de nossa bandeira, o mais significativo símbolo nacional. Tenha-se enfim presente, como dizia Mário Quintana, “eles passarão; eu, passarinho”.

Leia também

hildon2509

Eu, o coach do fracasso bem-sucedido

Semana passada um amigo meu dos tempos da escola me ligou e disse: – Cara, …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com