Home / Brasil / Em documento, Vale avalia que barragem em Barão de Cocais – MG pode romper nos próximos dias

Em documento, Vale avalia que barragem em Barão de Cocais – MG pode romper nos próximos dias

Em um documento produzido pela Vale e obtido pela Promotoria de Minas Gerais, a mineradora estima que a barragem Sul Superior, na mina Gongo Soco, em Barão de Cocais (MG), corre risco de rompimento entre os dias 19 e 25 de maio. Há dias, foi identificada uma deformação no talude (encosta que garante estabilidade) na cava da mina, a cerca de 100 km de Belo Horizonte.

O relatório de monitoramento geotécnico da situação, referente à semana entre 7 e 13 de maio, diz que os dados colhidos pelo radar instalado na cava apontam para possibilidade de deslizamento do talude. O texto afirma que as trincas da estrutura estão evoluindo e que a movimentação dele está aumentando. O documento foi repassado pela Vale a órgãos de Estado.

Em outro documento obtido pelo Ministério Público, a Vale diz que, caso se mantenha a velocidade de movimentação do talude, a ruptura “poderá ocorrer no período de 19 a 25 de maio de 2019, gerando vibração que poderá ocasionar a liquefação da Barragem Sul Superior e sua consequente ruptura”. O talude estaria se movimentando entre três e quatro centímetros por dia.

Nesta quinta-feira (16), o Ministério Público de Minas Gerais expediu uma recomendação para que a Vale informe à população da cidade os riscos e danos em caso de rompimento da barragem. Os promotores pedem que a comunicação seja feita por carros de som, jornais e rádios.

A recomendação pede ainda que seja fornecido apoio logístico, psicológico, médico, além de alimentação, medicação e transporte às pessoas que podem ser atingidas pelo rompimento, com postos de atendimento nos municípios de Barão de Cocais, Santa Bárbara e São Gonçalo do Rio Abaixo. A mineradora respondeu que seguirá a recomendação.

Em nota, a Vale afirma que “não há elementos técnicos até o momento para se afirmar que o eventual escorregamento do talude Norte da Cava da Mina Gongo Soco desencadeará gatilho para a ruptura da Barragem Sul Superior. Mesmo assim, a Vale está reforçando o nível de alerta e prontidão para o caso extremo de rompimento”. A cava da mina Gongo Soco está paralisada desde 2016.

Fonte/ Imagem: Folha de São Paulo

Leia também

Avião cai em área de mata e sete pessoas morrem em Piracicaba

Queda foi em uma área verde próximo à Faculdade de Tecnologia do Estado de São …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com