Home / Destaque / EMEF Pedro Ferrara é invadida por vândalos e tem sala de aula queimada em Jarinu

EMEF Pedro Ferrara é invadida por vândalos e tem sala de aula queimada em Jarinu

Cerca de 500 alunos ficaram sem aula na segunda-feira, dia 25

 

Na manhã do sábado, dia 23, os Guardas Municipais de Jarinu foram acionados para conter um foco de incêndio que testemunhas tinham visto numa das salas de aula da EMEF Pedro Ferrara, na Vila Primavera, em Jarinu. Ao chegarem se depararam – não com um foco, mas realmente com um incêndio que já havia destruído boa parte da sala.

“Os Guardas tiveram que arrombar a porta da sala e apagar o fogo, em seguida chamamos pela Defesa Civil que nos auxiliou e interditou o local”, disse Alexandre Garcia, comandante da GCM, que não descartou a possibilidade do incêndio ser criminoso. Já, de acordo com Thiago Buckvieser, da Defesa Civil, os agentes estiveram de prontidão, avaliaram e fizeram o laudo para ser entregue nas investigações. “Agradeço o empenho de todos os agentes e da GCM, no combate ao incêndio”.

Cadeiras, armários, carteiras e todo material didático utilizado nas aulas da Educação Infantil integral foram perdidos no incêndio, além dos trabalhos dos alunos e a dedicação de um semestre inteiro.

Na segunda-feira, dia 25, as aulas precisaram ser suspensas nos dois períodos para que a perícia e a manutenção da energia fosse reestabelecida. Cerca de 500 alunos deixaram de ir para escola. “Infelizmente temos que cancelar as aulas hoje. Não é o que gostaríamos, pois sabemos que os pais trabalham, mas não temos o que fazer, pois boa parte da merenda foi perdida enquanto estivemos sem a energia elétrica”, relatou a secretária de Educação, Erica Silveira Lorencini Batistel.

Escola Ferrara2

Ainda de acordo com a Secretária Municipal de Educação os 15 alunos que frequentam período integral, na sala incendiada, estão sendo transportados até a EMEI Durvalina Brossi Pauletto, no bairro Água Preta, distante 2 km da unidade prejudicada. “Imediatamente já solucionamos o problema. Os monitores acompanham nossos alunos, com todo cuidado, no transporte escolar municipal, até a escola mais próxima no bairro Água Preta. Ninguém terá prejuízo no conteúdo pedagógico”, reafirmou.

Durante a semana os funcionários da manutenção escolar trabalharam nas salas de aula da EMEF Pedro Ferrara reestabelecendo a energia elétrica, além da troca do quadro de energia, que estava na sala incendiada e precisou ser trocado de local.

“Sentimos muito com quem fez tudo isso, pois quem perde são os alunos. O responsável pelo incêndio não pensou nas 500 crianças que estudam aqui”, finalizou Erica Silveira Lorencini Batistel.

Leia também

covid

Jundiaí registra quatro óbitos por Covid-19 nesta quinta (23)

A Prefeitura de Jundiaí informou que registrou nesta quinta-feira (23), mais quatro mortes pela doença. …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com