Home / Destaque / Escolas municipais implementam distanciamento mínimo de um metro

Escolas municipais implementam distanciamento mínimo de um metro

Caroline retornou para a sala de aula nesta segunda-feira (2)

As escolas da rede municipal de ensino passam a respeitar o espaçamento de um metro entre pessoas, , a partir desta segunda-feira (2), seguindo as orientações do Plano São Paulo de Educação e do Comitê de Enfrentamento ao Coronavírus (CEC). Cada unidade escolar tem autonomia para organizar as turmas e ambientes de aprendizagem.

Na EMEB Hilda Maria Alves Paschoalotto, na Vila Nambi, 70% dos alunos voltaram para as atividades presenciais. Em virtude do amplo espaço para o desenvolvimento das aulas, a escola tem capacidade para atender 100% dos alunos matriculados.

 

Espaços da EMEB Hilda são higienizados a cada troca de grupo de crianças

“Com o distanciamento de um metro, podemos atender as crianças sem a necessidade de escalonamento de dias. Fazemos o revezamento dos grupos nos espaços, porém, a cada troca de turma, a equipe de apoio faz a higienização e limpeza dos brinquedos e equipamentos”, explicou a diretora Loani Cristina Buzo Pontes.

No Engordadouro, a EMEB Fábio Rodrigues Mendes também ampliou a capacidade de atendimento e carga horária. Cada turma passa a atender, em média, 65% dos alunos matriculados. “A escola conta com adesão de 90% das famílias e será realizado o escalonamento para garantir a segurança dos estudantes, as crianças passam a se revezar por semana, mas frequentando a escola de segunda a sexta-feira”, explica a diretora, Glaucia Iara Gomes Sarti.

Atividades ao ar livre são priorizadas pelas escolas municipais
Com o novo plano de adesão às aulas presenciais, a escola ampliou em 40% o número de estudantes. “As escolas estão em um momento muito importante de replanejamento, de ajustes, de intenso diálogo com as famílias a fim de garantir o alinhamento das ações para o sucesso da ampliação do atendimento presencial. Sabemos o quanto é importante para as crianças esse retorno, pois foram muitas as perdas deste longo período de distanciamento e estamos buscando orientar e apoiar as escolas para que tudo seja feito com muita responsabilidade”, lembra a supervisora escolar Priscila Alves da Costa Silva.

Caroline Luchetti, 9 anos, retornou para as aulas presenciais nesta segunda-feira e contou que sentiu falta das atividades na escola. “Vai ser bem legal estar na sala de novo. Senti falta dos amigos e dos professores”, contou.

As novas diretrizes do atendimento presencial seguem o Decreto Municipal nº 30.211 de 28/07/21, a Instrução Normativa da Unidade de Gestão de Educação n. 2/2021 publicada em 30/07/21, e os critérios da Resolução 65 da Secretaria de Educação do Estado de São Paulo publicada em 26/07/21.

“Cada escola se adequa conforme sua realidade. Os protocolos de segurança no combate à Covid-19 são mantidos rigorosamente. O monitoramento das unidades escolares é realizado semanalmente pelo APP Educação Jundiaí e o boletim epidemiológico divulgado no site da Prefeitura”, lembra a gestora de Educação, Vastí Ferrari Marques.

A participação dos alunos nas atividades presenciais será facultativa e é permitida mediante carta de aceite ao retorno presencial assinada por responsável legal, ficando vedada para os alunos que se encontrarem no grupo de risco, na forma do Decreto Municipal nº 28.970, de 2020.

Desde o retorno do ano letivo é priorizado o desemparedamento da infância, com atividades ao ar livre, em espaços abertos e em contato com a natureza, utilizando áreas externas das escolas, bem como espaços públicos do entorno e o Mundo das Crianças.

Assessoria de Imprensa
Fotos: Fotógrafos PMJ

Leia também

“No trânsito, sua responsabilidade, salva vidas”.

Este é o tema da Semana Nacional de Trânsito (SNT) que é realizada anualmente entre …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com