Home / Opinião / Eu, o coach do fracasso bem-sucedido
hildon2509

Eu, o coach do fracasso bem-sucedido

Semana passada um amigo meu dos tempos da escola me ligou e disse:

– Cara, eu mudei minha vida. Agora virei coach emocional.

– Rafael, o que é isso?

– Eu explico, mas, você não vai fazer piada, vai?

– A gente se conhece há anos, você acha que eu seria capaz de fazer isso? – desde pequeno a seriedade nunca foi meu forte.

E então ele me explicou que estava fazendo parte de um curso secreto em um grupo vip, uma espécie de esquema que não funcionava como pirâmide. Algo sério, com compromisso. Só exige uma entrada básica de R$ 1.119,00 que pode ser paga em dez vezes, sem prejuízo – para o dono do negócio, claro.

– Ah, entendi, parabéns, muito bacana.

– Pô Vitarelli, sabe o que é melhor?

– Diga.

– Este mês tem outro curso com 10% de desconto pra cada amigo que eu convidar.

– Legal.

– E, só porque nossa amizade é longa, você é o primeiro da lista!

Pigarreei e tive que usar a tática da ligação com chiados e depois o truque da ligação interrompida. Desliguei, que alívio. Mas confesso que depois me deu um peso na consciência. Poxa, me formei em filosofia, o mínimo que esperam de mim é que eu escute todo mundo, seja gente boa, e, tal como Sócrates, – o da cicuta, mas também, talvez, o da cachaça–, sempre esteja disposto a embarcar num diálogo platônico.

Antes de dormir, ainda com a lembrança da conversa com o Rafael, comecei a imaginar como eu me sairia como coach. Quase tudo é possível para quem dá aulas em salas com quarenta adolescentes. Bom, já que como professor ninguém me escuta, eu avancei naquelas idéias. Então fui à sala, peguei caneta e papel e rabisquei algumas coisas.

Dez regras para fracassar sem estilo, lições de Henrique Vitarelli, o coach do fracasso bem-sucedido:

  1. Comece o dia com um fracasso. Um dia de fracasso todos os dias!
  2. Pensamento negativo. Desvie do sucesso e foco no fracasso.
  3. Não tente sempre porque grandes fracassos exigem mínimas tentativas.
  4. Não conseguir sempre é melhor que não conseguir uma vez só.
  5. Invista em você: seja seu maior sabotador. As grandes pessoas fracassam e recomeçam, só fracasse.
  6. Siga em frente, mas, se já sabe que não vai dar certo, nem tente.
  7. O que não piora, piorado está. Quem fracassa por último fracassa pior.
  8. Não insista, mas se insistir, já sabe; desista. Lembre-se: não permita que vencedores sabotem as suas derrotas.

Sim, eu sei que deveriam ser dez regras lindas e escritas com aquelas letras que aparecem nos convites de casamento e, claro, sempre com uma foto de uma xícara de café da manhã com fumacinha em forma de coração ou um cestinho de filhotes de gatos angorá, exatamente como aquelas mensagens que sua vovó envia no grupo da família, mas, vocês sabem como é; não vou nem tentar porque não vai dar certo.

Na semana que vem eu volto para contar do dia que um tio de outro amigo meu disse, num churrasco, que diploma de filosofia não servia pra nada e o bom mesmo era estudar astrologia.

Leia também

nalini-2510

A democracia está no fim?

Muitos livros foram escritos sobre o fim da democracia, com a chegada de líderes populistas …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com