Home / Destaque / França e Croácia fazem final inédita da Copa 2018 neste domingo (15)

França e Croácia fazem final inédita da Copa 2018 neste domingo (15)

Duelo está marcado para o  Luzhniki Stadium, em Moscou, ao meio-dia

Uma grande surpresa marcou uma das semifinais da Copa da Rússia. A Croácia venceu a Inglaterra de virada por 2 a 1, com gols de Perisic e Mandzukic, eliminou os campeões mundiais de 1966 e, pela primeira vez na História, avançou a uma final de Copa. Os croatas vão enfrentar a França que passou para a final ao derrotar a Bélgica (foto). As equipes definirão quem sairá campeã mundial no próximo domingo (15), em duelo marcado para o Luzhniki Stadium, em Moscou, a partir do meio-dia (horário de Brasília). A partida será uma reedição da semifinal da copa de 1998. No sábado, às 11 horas, ingleses e belgas disputam o terceiro lugar.

A França vai para sua terceira final desde 1998, quando ganhou o título em casa, derrotando o Brasil. Depois da dissolução da antiga Iugoslávia, nos anos 1990, a Croácia havia estreado em Copas justamente em 1998. E foi eliminada nas semifinais exatamente pela França (2 a 1), sua rival na decisão de domingo.

mbappe

São dois times que não sabem o que é perder neste Mundial. Na fase de grupos, a França venceu duas e empatou uma. Nas oitavas, o show de Mbappé mandou para casa a Argentina de Messi. Contra os uruguaios, nas quartas, a classificação veio com milagre de Lloris e a falha do goleiro Muslera. Na semi, o zagueiro Umtiti foi o responsável por deixar mais vivo do que nunca o sonho do bicampeonato.

A melhor campanha croata em Copas havia ocorrido em 1998, quando o time chegou às semifinais — perdeu da França, que se tornaria campeã — e depois ficou com o terceiro lugar do torneio.

Pela primeira vez na história das Copas, uma seleção superou três prorrogações no caminho até a decisão. Na prática, a Croácia disputou uma partida a mais do que a França. Nos dois primeiros confrontos do mata-mata, o time de Modric ainda teve de enfrentar o drama dos pênaltis. Nas oitavas de final, após empate de 1 a 1 no tempo normal e uma prorrogação sem gols, brilhou a estrela do goleiro Subasic, que defendeu três cobranças da Dinamarca: 3 a 1. Nas quartas de final, os croatas empataram em 2 a 2 com os russos. Nos pênaltis, Subasic defendeu mais uma cobrança na vitória por 4 a 3. Somando tempo normal, acréscimos e prorrogação nas seis partidas até agora, a Croácia jogou 104 minutos a mais do que a França.

Leia também

Prefeitura de Campo Limpo Paulista retira placa de “liberação do espaço” em loteamento irregular

A Prefeitura de Campo Limpo Paulista retirou imediatamente a placa colocada no loteamento irregular conhecido …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com