Home / Polícia / GM de Jundiaí qualifica vigias autônomos para a segurança preventiva

GM de Jundiaí qualifica vigias autônomos para a segurança preventiva

Adquirir novos conhecimentos que possibilitarão oferecer bem-estar e tranquilidade à população, num trabalho integrado junto às demais forças de segurança no município: este é o objetivo do grupo inicial formado por 35 profissionais que durante esta semana participam do Curso de Capacitação para Vigias Autônomos, uma iniciativa da Guarda Municipal de Jundiaí, por meio do Centro de Instrução, Formação e Aperfeiçoamento Técnico Profissional (Cifatp) da Divisão de Ensino da Corporação, em parceria com a Associação dos Vigias Autônomos de Jundiaí e Região (Avajur), e seu atual presidente Olívio Lopes de Souza.

“A proposta cumpre as determinações do Plano de Governo do prefeito Luiz Fernando Machado, que reconhece a importância e seriedade do trabalho realizado pelos vigias autônomos, com o intuito de efetivar a parceria entre a Corporação e os profissionais que diariamente atuam nas ruas de maneira integrada e comprometida com as necessidades da população visando garantir a segurança. Cumprir o conteúdo programático de capacitação é requisito exigido para o futuro credenciamento e a renovação da documentação junto à Polícia Civil para o exercício legal das atividades de vigia autônomo”, destacou o subinspetor Godoi.

A capacitação
“O participante do Curso adquire todos os conhecimentos e habilidades necessários de que precisa para se tornar um vigilante com atribuições completas, inteiramente capacitado para manter a ordem e a segurança em diversos segmentos. Além da integração cada vez mais efetiva com a Guarda Municipal de Jundiaí, parceira fundamental para que este aperfeiçoamento possa ocorrer”, completou o coordenador responsável pelo setor especializado da GMJ.

Com carga horária total de 20 horas – distribuída em 4 horas/aula diárias durante toda esta semana – a proposta tem início na terça-feira (23) e finaliza as atividades na próxima sexta-feira (26). Consta no cronograma de atividades teóricas e práticas, as seguintes disciplinas: postura profissional/credenciamento; políticas de segurança pública; legislação (Estatuto do Desarmamento); acionamento dos órgãos de segurança; uso progressivo da força/ UFP – a tecnologia não letal; a Central de Monitoramento Eletrônico de Câmeras – Olho Vivo, na GMJ, e os procedimentos do sistema no auxílio ao combate da violência e criminalidade; nas técnicas operacionais, o uso devido da tonfa – bastão usado como alternativa para o uso das armas de fogo e do uso legal da força quando necessário pelo agente público na resolução de conflitos.

Experiência e tradição

Fundador da Associação, o vigia Mariano Francisco da Silva reforça a necessidade da capacitação. “Quando iniciamos as atividades da entidade em 2007, definimos pela capacitação mais especializada, temos como referência a Guarda Municipal de Jundiaí. Desde então sentimos que a atualização dos nossos profissionais não pode parar, com muita disciplina e seriedade para garantir a credibilidade no trabalho realizado.”

Fonte: Prefeitura de Jundiaí

Leia também

GMJ 72 anos: Treinamento com cães policiais reúne 17 cidades e fuzileiros navais da Marinha Brasileira

Em comemoração aos 72 anos da Guarda Municipal de Jundiaí, o Canil da GM organizou, …

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com