Home / Cultura / Gravidez na adolescência diminui, mas ainda preocupa

Gravidez na adolescência diminui, mas ainda preocupa

Em 96% dos casos de gravidez na adolescência, as jovens tornaram-se mães com idade entre 15 e 19 anos

Balanço da Secretaria de Estado da Saúde de São Paulo aponta que a gravidez na adolescência no Estado caiu 50% em 20 anos e atingiu, em 2017, o menor nível da história. Em 96% dos casos de gravidez na adolescência, as jovens tornaram-se mães com idade entre 15 e 19 anos. Nessa faixa etária, a redução do índice de gravidez na adolescência também caiu pela metade. Em 2017, esse grupo abrangeu 71.535 gestantes, equivalente a 11,7% do total de partos em SP. Em 1998, o percentual foi de 20% ou 143.490, em números absolutos.

Com exceção de Jarinu que observou nos últimos três anos um aumento no número de gestantes adolescentes, a maioria das cidades da região registraram queda no percentual de jovens gestantes. É o caso de Várzea Paulista, que segundo a Unidade Gestora de Saúde o número de casos de gravidez durante a adolescência na cidade caiu 43,7% e atribui a quedas nos números a uma série de ações educativas que contam com o apoio da Unidade Gestora de Educação com palestras, rodas de conversa e aulas de educação sexual, oferecidas nas escolas do município. Em 2013 foram registrados 153 casos de gravidez em meninas de 10 a 19 anos de idade. Em 2017 esse número foi de 67 casos na mesma faixa etária.

Jundiaí tem reduzido o índice de gravidez na adolescência. Em 2016 a cidade registrou índice de 10,15. No ano passado o valor foi de 9.4, ou seja, redução de 7,4%. O resultado tem relação com a intensificação das ações de prevenção, distribuição de preservativos e palestras sobre planejamento reprodutivo. Algumas Unidades Básicas de Saúde (UBSs) em parceria com associações de bairro, com a da Região do Retiro, estabelecem estratégia diferenciada para a oferta dos preservativos, passando a distribuir em pontos de grande circulação de jovens no bairro, após pesquisa que identificou o não uso do produto gratuito por vergonha de acessá-los no equipamento de saúde.

Seguindo os preceitos do Programa São Paulo pela Primeiríssima Infância, Jarinu trabalha com a maior disseminação de informação e realização de palestras e grupos de educação em saúde, juntamente com os setores da educação e assistência social para reverter essa situação.

Na avaliação do médico ginecologista Dr. Francisco Pedro Filho, professor da Faculdade de Medicina de Jundiaí e médico no Hospital Universitário, a redução vem sendo sentida, mas ainda é um problema significante. “Além das questões físicas, o maior problema é social, pois, estas meninas acabam tendo uma mudança muito radical em sua vida, pois, na maioria das vezes tem de largar a escola e outras atividades ou tentar conciliar com a maternidade e isso pode comprometer seu futuro”, alertou, observando que está havendo mais conscientização. “Mas é difícil para uma jovem de 14 anos ir a UBS sozinha para pegar anticoncepcionais”.

Por este motivo ele salienta a importância do papel da família. “A chave está aí. Os pais devem conversar abertamente com os filhos sobre as consequências de uma gravidez na adolescência”.

Outro problema apontado pelo médico é que a maioria dos parceiros destas adolescentes não é da mesma faixa etária e sim com uma diferença de mais ou menos cinco anos. “São parceiros adultos e muitas vezes nem assumem a gravidez”.

Porém, ele orienta às meninas que, ao ficar sabendo que estão grávidas, a procurar o serviço médico e iniciar o pré-natal o mais rápido possível, já que ocorrem muitas alterações, aumentando o risco. ”Muitas começam o pré-natal tardiamente e isso pode ser perigoso”, enfatizou o médico.

Leia também

Jundiaí registra sete óbitos nesta quarta-feira (16), e cidade chega a 1295 vítimas causadas pela Covid-19

A Prefeitura de Jundiaí informa que, nesta quarta-feira (16), sete óbitos foram contabilizados de residentes …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com