Home / Destaque / Gravidez na adolescência em SP cai ao menor nível em quase duas décadas

Gravidez na adolescência em SP cai ao menor nível em quase duas décadas

Número de partos de jovens com menos de 20 anos caiu pela metade, comparando-se balanços de 2017 e 1998; índice atual é de 12,2%, contra 20% há 19 anos

Balanço da Secretaria de Estado da Saúde de São Paulo aponta que a gravidez na adolescência no Estado caiu 50% em 20 anos e atingiu, em 2017, o menor nível da história.

Em 2017, 73.966 gestantes menores de 20 anos tiveram filhos no Estado, equivalente a 12,2% do total de nascidos vivos em SP. Em 1998, o índice foi de 148.018 mães nessa faixa etária, e o percentual foi de 20,2%. A queda é gradativa. Há dez anos, 16,3% das gestantes tinham menos de 20 anos. Em 2007, 97 mil mães estavam nessa faixa etária.

Em 96% dos casos de gravidez na adolescência, as jovens tornaram-se mães com idade entre 15 e 19 anos. Nessa faixa etária, a redução do índice de gravidez na adolescência também caiu pela metade. Em 2017, esse grupo abrangeu 71.535 gestantes, equivalente a 11,7% do total de partos em SP. Em 1998, o percentual foi de 20% ou 143.490, em números absolutos.

Para Albertina Duarte Takiuti, coordenadora do Programa Saúde do Adolescente da Secretaria,  as iniciativas de conscientização coletiva e a consolidação de serviços específicos sobre esse público, a exemplo das Casas do Adolescente, bem como a distribuição gratuita de preservativos e contraceptivos em todo o Estado, foram fundamentais para a redução dos casos.

Os preservativos começaram a ser distribuídos no Estado de forma regular a partir de 1994. Atualmente, São Paulo distribui uma média de 60 milhões de camisinhas masculinas e 2,7 milhões de preservativos femininos por ano. No ano de 2017 foram distribuídas mais de 75 milhões de camisinhas masculinas e 2,4 milhões de femininas.

Leia também

ESPORTE – Louveira abre pré-inscrição para 23 modalidades de escolinhas esportivas nesta terça-feira (11)

Pré-Cadastro pode ser feito por formulário disponível no site da Prefeitura, telefone, e-mail ou whatsapp …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com