Home / Destaque / Infecção Hospitalar ainda afeta 14% dos pacientes internados no Brasil

Infecção Hospitalar ainda afeta 14% dos pacientes internados no Brasil

De acordo com a Organização Mundial de Saúde (OMS), 10% dos pacientes hospitalizados terão pelo menos uma infecção associada aos cuidados com a saúde. Esse número sobe para 30% em pacientes nas Unidades Intensivas de Tratamento (UTIs) de países desenvolvidos e pode até triplicar em países em desenvolvimento.

No Brasil, a cada ano, aproximadamente 14% dos pacientes internados contraem algum tipo Infecção Relacionada à Assistência à Saúde (IRAS). A ocorrência de IRAS, muitas vezes, está relacionada ou associada à falta de higiene adequada no ambiente hospitalar e nos procedimentos cirúrgicos, bem como à falhas na prática clínica e nos processos. Com isso, a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) estima que 60% das Infecções Primárias de Corrente Sanguínea (IPCS) estejam relacionadas a algum dispositivo intravascular.

A gravidade do tema é evidenciada através do Programa Nacional de Prevenção e Controle de Infecções Relacionadas à Assistência à Saúde da ANVISA, lançado em 2016 com metas específicas a serem atingidas até 2020. No documento, a agência reconheceu as IRAS como “grave problema de saúde pública”, pois são os eventos adversos mais frequentes associados ao sistema de saúde. Além disso, a Agência ainda reforça em seu manual de Medidas Medidas de Prevenção de Infecção Relacionada à Assistência à Saúde de 2017 como a prática correta da antissepsia antes da realização de procedimentos invasivos, bem como a utilização de novas tecnologias disponíveis no mercado auxiliam na redução dessa complicação.

Leia também

Floral 2

Estampa Floral: A Tendência que é a Cara da Primavera

Assim, uma tendência volta sempre com força para nosso armário: a estampa floral. Delicada e …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com