Home / Destaque / Jogador do Paulista na copinha é acusado de fraudar documentos de preso acusado de tráfico de drogas e roubo
O jogador Brendon, que na verdade é Heltton (esq.), e o verdadeiro Brendon (dir.)

Jogador do Paulista na copinha é acusado de fraudar documentos de preso acusado de tráfico de drogas e roubo

O caso suspeito de “gato” na Copinha trazido a público neste domingo pelo Batatais após ser eliminado da competição pelo Paulista é muito maior do que se desconfia. Após checagens, a reportagem da rede ESPN Brasil descobriu que Brendon Matheus Araújo Lima dos Santos, que consta nas súmulas do time de Jundiaí como zagueiro, nascido em 1997, está, na verdade, preso no Rio de Janeiro sob a acusação de roubo e tráfico de drogas.

Segundo a denúncia recebida pela reportagem do canal de TV, o nome verdadeiro de Brendon Matheus é Heltton Matheus Cardoso Rodrigues, jogador que já não tem idade para atuar na competição, pois nasceu em 24 de março de 1994. Heltton e Brendon são parecidos, mas com algumas diferenças importantes, como o formato da orelha (mais pontuda no caso de Heltton), que também tem a cor da pele mais escura que a de Brendon.

Mesmo “preso”, jogador atuou por outros dois times
De acordo com processo que corre na 1ª Vara Criminal de São Gonçalo, em agosto do ano passado, Brendon teve a prisão decretada por ter assaltado, com uma arma de fogo, um posto de gasolina em São Gonçalo, região metropolitana do Rio de Janeiro. De acordo com a denúncia, ele teria roubado R$ 530 do estabelecimento e o celular de uma das funcionárias. O processo ainda não teve sentença.

Brendon também responde a outro processo, que tramita na 5ª Vara Criminal da mesma comarca por tráfico e associação para o tráfico de drogas. A ação também ainda não teve sentença, mas em novembro, quando a pessoa que usa seus documentos jogava pelo Nacional (SP), o verdadeiro Brendon foi interrogado via conferência audiovisual pela Justiça do Rio, de dentro de um presídio naquela cidade. No ano anterior, o suposto jogador atuou pelo Santa Cruz (RN).

Inicialmente, a notícia de que o Batatais havia entrado com pedido na FPF em relação à alteração na idade do jogador foi veiculada pelo site “Futebol Interior”.

Nas imagens abaixo, pode-se verificar a semelhança entre o jogador que diz ser Brendon (jogando a Copinha este ano) e Heltton, com a camisa do São Gonçalo (em 2014). Quando atuou pelo clube do Rio de Janeiro, Heltton usou nome e idade reais.

Súmula da partida do São Gonçalo com o nome e a idade de Heltton
Súmula da partida do São Gonçalo com o nome e a idade de Heltton
Foto do São Gonçalo mostra Heltton, nome verdadeiro de Brendon; ele é o 3º jogador, em pé, da esq. para dir.
Foto do São Gonçalo mostra Heltton, nome verdadeiro de Brendon; ele é o 3º jogador, em pé, da esq. para dir.
Brendon, que na verdade é Heltton, comemora classificação do Paulista diante do São Carlos na Copa SP
Brendon, que na verdade é Heltton, comemora classificação do Paulista diante do São Carlos na Copa SP

Já Brendon, de acordo com a foto que consta na ficha de sua prisão, no Rio, é bem diferente. Compare:

O jogador Brendon, que na verdade é Heltton (esq.), e o verdadeiro Brendon (dir.)
O jogador Brendon, que na verdade é Heltton (esq.), e o verdadeiro Brendon (dir.)

Presidente do Paulista, Pepe Verdugo, antes da confirmação:
“Tudo que nós temos [de documentação] nós já mandamos para a Federação Paulista. Da nossa parte, não temos que explicar muita coisa. O jogador disse para nós que as notícias sobre a idade dele são mentiram. Que a idade dele é a que costa para nós, em registro. Nós checamos os documentos que temos e tudo bate com o que o jogador nos falou. Mandamos para a Federação.”

“Até provar que é a mentira a verdade… Nós sabemos o que está nos documentos e pelos quais nos certificamos da história dele.”

“Nós procuramos o jogador para falar com ele sobre essa história e ele nos disse que é tudo mentira. Ele conversou com mais pessoas do clube e não se alterou em momento algum, não demonstrou nervosismo, continuou conversando do mesmo jeito, normal. Tem conversado com os amigos da mesma forma de antes. Ele disse que não tem nada a temer, e nós estamos tranquilos.”

“A denúncia foi feita ontem e conversamos com ele ontem mesmo, antes do jogo deste domingo.”

“Todos os documentos que a federação nos pediu nós mandamos direitinho. Vamos esperar que a Federação possa checar tudo direitinho e comprovar que a história do menino é verdadeira. Até que provem o contrário, a gente confia que o menino está falando a verdade para nós.”

Presidente do Paulista, Pepe Verdugo, depois de saber que o verdadeiro Brendon está preso:
“A única coisa que sabemos, conversamos com ele e ele nega, que está tudo certinho. Não tem outro jeito. Temos identidade que ele deu, carteira de trabalho, tudo, registro do clube. Ano passado ele jogou no Nacional sub-20 também. Não tem como checarmos isso. O Paulista não fez falcatrua, se alguém fez, foi o jogador, o Paulista está esperando, mandamos documentos para averiguar se é verdade ou mentira.”

Presidente do Batatais, André Toffetti
“A única coisa que quero deixar claro é que, quando eu recebi a denúncia, no dia 19 (de janeiro), em uma sexta-feira, eu tomei as providências que cabe a mim como presidente do Batatais Futebol Clube. Eu notifiquei a Federação Paulista e pedi todos os esclarecimentos possíveis. Para ver o que o regulamento exigia. Eu acho que a Federação amanhã [segunda] fará essa comissão com a corregedoria.”

O que diz a Federação, antes e depois de saber que o verdadeiro Brendon está preso:
“A FPF recebeu informações sobre a suspeita e já iniciou a apuração do caso.”

Na noite deste domingo, a entidade emitiu uma nota oficial:

“A Federação Paulista de Futebol informa que recebeu denúncia referente a uma suposta irregularidade no registro do jogador Brendon, do Paulista Futebol Clube LTDA. Todas as informações e notícias relacionadas ao caso já estão sendo apuradas com todo rigor pela corregedoria e ouvidoria da FPF, pelo Ministério Público e pela Polícia. Nesta segunda-feira, a FPF voltará a se manifestar com uma definição.”

Alberto, ex-jogador do Santos, que levou o Heltton/Brendon para o Paulista
“Eu tenho uma passagem pelo clube como jogador e levei uns atletas para ajudar. Tínhamos um projeto no Nacional, acabou o investimento e levamos toda estrutura para o Paulista.”

“Conheço os quatro garotos desde o Nacional. Luciano e o Molter já estavam lá, o Arthur nós trouxemos com o investidor, e o Brendon chegou para fazer teste no Nacional e foi aprovado no ano passado.”

“Acabei de ver o ofício do Batatais e me surpreende. O Matheus falou: “Estou tranquilo, deixa vir quem vier e fazer o que tiver que fazer. Fica tranquilo. Deixa vir. Vão calar a boca de todo mundo”. Eu respondi: “Tá bom , acredito em você.”

“Ao mesmo tempo, fico muito decepcionado por que chegar nesse momento e chega uma denúncia dessas. No mínimo é inconveniente, tendencioso. Vamos apurar, se tiverem razão, parabéns para eles. Se não tiverem, acho que vão ter que responder por essa acusação.”

“O menino chegou para gente buscando oportunidade e demos a oportunidade. Jogou Campeonato Paulista pelo Nacional, disputou a Copa Ouro pelo Paulista, e em nenhuma delas apareceu isso. Agora, na Copa São Paulo, vem esse foco. O Paulista não está chegando por causa de um jogador. Mas o pessoal busca algum motivo para desestabilizar. O menino está supertranquilo. Conversei agora há pouco com ele, vamos ver o que acontece.”

“Eu não fui o tutor do menino a vida toda, o conheci o ano passado.”

(Fonte: ESPN Brasil)

Leia também

Idosos com prazo para segunda dose contra Covid-19 devem esperar antes de tomar vacina contra Influenza

Idosos que receberam a primeira dose de vacina AstraZeneca contra a Covid-19 entre os dias …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com