Home / Destaque / Jundiaí é a segunda cidade do Estado a gerar mais emprego no varejo

Jundiaí é a segunda cidade do Estado a gerar mais emprego no varejo

Levantamento da FecomercioSP aponta números positivos e eleva Jundiaí no ranking de vagas no varejo: 703 postos de trabalho este ano

Depois de dois anos seguidos de saldos negativos, o ano de 2017 deve terminar com resultados favoráveis quanto à recuperação da produção nacional (indústria), do consumo das famílias (varejo) e a recomposição gradativa do emprego. Conforme levantamento da FecomercioSP divulgado esta semana, Jundiaí e São Paulo foram as cidades que mais geraram emprego no varejo este ano entre 16 regiões analisadas pela entidade. Foram 703 postos de trabalho com carteira assinada criados em Jundiaí .

Para o presidente do Sincomercio Jundiaí e Região e da Câmara dos Dirigentes Lojistas (CDL), Edison Maltoni, os dados representam a força do comércio varejista na cidade, que emprega mais de 40 mil pessoas no segmento. “Jundiaí é referência para as outras cidades da Região quando falamos de comércio. O fato de sermos a segunda cidade que mais empregou mostra o potencial do município e o início da retomada da economia, com um mercado mais confiante”, pontua.

A FecomerciosSP projeta este ano, por meio da PESP Varejo, a abertura de 3.069 postos de trabalho com carteira assinada no Estado (alta de 0,1% no estoque total de trabalhadores). Com esse desempenho, o varejo deve encerrar o ano com 2.085.952 trabalhadores ativos em São Paulo. O ganho de vagas com carteira assinada, ainda que pequeno, reverte o cenário negativo observado em 2015 e 2016, quando mais de 107 mil vínculos formais foram perdidos.

Das nove atividades varejistas avaliadas pela FecomercioSP, a de supermercados é que deve exercer a maior contribuição para abertura de vagas, encerrando o ano com mais de 12,2 mil novos postos. Já o grupo “outras atividades”, formado pelo varejo de combustíveis para veículos automotores; lubrificantes; livros, jornais, revistas e papelaria; artigos recreativos e esportivos; joias e relógios; gás liquefeito de petróleo (GLP) e artigos usados e produtos novos não especificados devem extinguir 4.888 vagas.

 

 

Leia também

Passeio Giro Vechio reúne 100 ciclistas com bikes antigas percorrendo estradas e propriedades rurais em Louveira

Evento na Estação Ferroviária teve exposição, gastronomia e shows para marcar o centenário da primeira …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com