Home / Destaque / Lei anticorrupção em breve poderá ser adotada em Várzea Paulista

Lei anticorrupção em breve poderá ser adotada em Várzea Paulista

À frente da iniciativa na cidade, David Alexandre já levou proposta do MBL para o prefeito Juvenal Rossi e o vice Rodolfo Braga, que apoiam a intenção

“Precisamos extirpar a corrupção na administração pública. Isso precisa sair do campo do discurso e partir de fato para a ação”, assim, de maneira objetiva, enfatiza David Alexandre, um dos protagonistas para adoção da Lei Anticorrupção em Várzea Paulista. Atual gestor de Planejamento e Inovação da Prefeitura de Várzea Paulista, David Alexandre é conhecido por muitos pela dedicação à modernização da gestão pública e entre os principais temas de estudo, está os mecanismos para trazer a lei anticorrupção defendida pelos membros do MBL (Movimento Brasil Livre) para Várzea Paulista.

“Tenho buscado muito conteúdo neste assunto, e a lei defendida pelo MBL me chamou muito a atenção, inclusive já fiz questão de levar a proposta para conhecimento do prefeito Juvenal Rossi”, destaca David Alexandre. A lei citada pelo gestor inclui uma garantia de que as obras e serviços licitados sejam concluídas com prazos e as condições exigidas no edital. Segundo David Alexandre, isso obriga a empresa vencedora a contratar um seguro o que certifica que o serviço licitado será executado.

“Se essa lei já tivesse sido adotada lá atrás, a obra do córrego Bertioga, por exemplo, não sofreria tanto, e poderia estar inclusive 100% concluída. Apesar de a construtora ter abandonado a obra, neste caso, o seguro, assim que acionado, assumiria a responsabilidade e evitaria qualquer circunstância negativa, para os cofres públicos e para o cidadão”, informou David Alexandre.

Todos os detalhes desta lei que é uma iniciativa do MBL, e criada pelo jurista Modesto Carvalho, foi inclusive pauta de uma reunião, em um sábado pela manhã, entre David e Josmar França, coordenador do Movimento Brasil Livre em Várzea Paulista. “Foi um bate-papo muito produtivo. Trocamos alguns aprendizados”, destacou França.

“Será muito importante para a atual gestão, justamente porque vai proteger Várzea Paulista de um futuro e eventual administrator mal intencionado. Isso também garante o legado da

atual administração que conseguiu dar continuidade às obras e diminuiu a dívida pública da cidade”, finalizou o coordenador do MBL de Várzea Paulista.

O prefeito Juvenal Rossi e o vice-prefeito Rodolfo Braga apoiam a iniciativa. Segundo França, o projeto também já foi apresentado ao vereador Guilherme Zafani e conta ainda com o apoio de Giuliana Dias, coordenadora do MBL de Jundiaí.

Leia também

Coral Cidade das Crianças divulga vagas gratuitas para alunos da Emeb da Vila Esperança

A fim de divulgar as vagas para seu primeiro núcleo descentralizado na Vila Esperança, o …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com