Home / Destaque / Média de falta de pacientes em UBSs chega a 30%

Média de falta de pacientes em UBSs chega a 30%

Muitas pessoas reclamam da demora em conseguir uma consulta médica nas Unidades Básicas de Saúde (UBSs). Porém, o que parte da população desconhece é que existe muita falta nas consultas agendadas nas unidades de saúde, ou seja, o paciente marca a consulta, mas no dia não aprece. Esta prática tem prejudicado quem espera ser atendido e a média de falta chega a 30%. Em algumas cidades, esta média sobe ainda mais quando levado em consideração a especialidade. Hoje, o chamado ‘atendimento primário’, realizado nos postinhos de saúde ajuda a reduzir o atendimento nos hospitais e clínicas municipais e a ausência nas consultas faz com que, a cada dia, o atendimento nos hospitais fique pior.

Em Jundiaí, a Secretaria de Saúde informa que atualmente, o número de absenteísmo (faltas)  para consultas, procedimentos e exames, agendados pela rede municipal , gira em torno de 25 a 30% e isso reflete negativamente, inclusive, no desperdício de recursos públicos. Além disso, dificulta o acesso qualificado e em tempo oportuno do paciente que aguarda seu agendamento e encontra-se na fila de espera e também o possível agravo à saúde do paciente, que deixou de comparecer à consulta, procedimento ou exame agendado.

Dependendo da especialidade, em Várzea, faltas chegam a 37%

O município registra atualmente, segundo dados da Secretaria de Saúde, dos últimos três meses, uma média de 29% de faltas. Porém, se levar em consideração a especialidade, como é o caso da Clínica geral, sobe para 37%. Em seguida vem Ginecologia com 26% e Pediatria que representa 25%. A Secretaria de Saúde orienta que as pessoas que, por algum motivo, já souberem que não poderão comparecer às consultas, informem à UBS na qual seriam atendidas, por telefone ou pessoalmente.

Jarinu busca alternativas para faltas

Existe uma média de 19% de absenteísmo para consultas agendadas nas unidades de atendimento primário a saúde, o que significa que das 32 consultas agendas diariamente para determinado médico, 6 evoluem para falta. Para diminuir a perda primária de consultas, a ideia é realizar a busca ativa desses pacientes que faltaram, através da visita do Agente Comunitário de Saúde, para identificar o motivo da falta.

Leia também

Louveira: Biblioteca Pública reabre para empréstimo de livros depois de dois meses fechada durante a pandemia

Em função da pandemia, atendimento para a população é feito sem acesso ao interior do …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com