Home / Brasil / “Mesmo se greve terminasse hoje, situação demoraria dez dias para voltar ao normal”

“Mesmo se greve terminasse hoje, situação demoraria dez dias para voltar ao normal”

Esta é a avaliação do vice-presidente do Sindicato do Comércio Varejista de Derivados de Petróleo de Campinas e região (Recap), Emílio Martins,  a respeito da paralisação dos caminhoneiros que já dura cinco dias

Segundo ele, em Jundiaí e região a maioria dos postos não tem combustíveis e os que têm são raridade e não há expectativa do fim do movimento. “Mesmo se o movimento terminasse hoje, situação demoraria dez dias para voltar ao normal”, destacou.

Diante dessa situação, Emílio ainda fez um alerta: alguns donos de postos estão trazendo álcool das usinas. “Isso é uma temeridade”, salientou.

O vice-presidente ainda fez duras críticas aos proprietários de combustíveis que estão se aproveitando da situação para aumentar seus produtos de forma abusiva. “Sabemos que não existe uma tabela, mas este tipo de atitude apenas denigre a imagem de nossa categoria”, pontuou.

Outra preocupação do sindicato é que com a pressão, o governo desonere o preço do óleo diesel, mas em contrapartida, mantenha o preço da gasolina elevado. “Já vimos este filme antes. Estamos lutando para que haja uma redução tributária em todos os combustíveis”, destacou.

Leia também

Ministério da Saúde receberá 8,2 milhões de doses de vacina até sexta

O Ministério da Saúde receberá entre segunda (10) e sexta-feira (14) 8,2 milhões de doses …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com