Home / Esportes / O sucesso dos clubes ingleses nas competições europeias não é uma coincidência

O sucesso dos clubes ingleses nas competições europeias não é uma coincidência

As finais em Madri e Baku são a coroação do país que criou as regras do futebol e hoje o executa com excelência. Liverpool e Tottenham fazem a final da Liga dos Campeões, enquanto Chelsea e Arsenal decidem a Liga Europa. Essa é a primeira vez que as duas principais competições europeias serão decididas por equipes de um mesmo país na mesma temporada. Coincidência? Longe disso.

0i7hk00l9aeq2gquv3i68sftj

(Liverpool e Tottenham disputam a final da Champions em 1º de junho, em Madrid) 

Entre os dez clubes mais valiosos do mundo, segundo a consultoria Deloitte, seis são ingleses. E neste recorte estão justamente os finalistas dos principais torneios europeus, além de United e City. Ampliando a lista para os 20 mais ricos, ainda aparecem times sem a mesma expressão, como Newcastle e West Ham. Tudo isso é o reflexo da Premier League, a melhor liga de clubes do mundo, que na última temporada faturou 5,57 bilhões de euros e adota uma divisão de receita que fortalece o cenário como um todo. Não à toa lá habita a maioria dos principais jogadores ao redor do mundo, que a cada data Fifa povoam diversas seleções. E se não bastassem os craques, é na Inglaterra que se encontram também técnicos cultuados e contratados a peso de ouro. Klopp e Pep Guardiola, por exemplo, são verdadeiras celebridades. Pochettino, que chegou à decisão da Champions pelo Tottenham sem gastar um euro na última janela, é um dos melhores de sua geração.

Leia também

Atividades municipais de esporte começam a ser retomadas em Várzea Paulista

Retomada ocorrerá de forma gradual, respeitando os protocolos de saúde Na última segunda-feira (20), com …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com