Home / Destaque / Parque Linear dá início à integração de espaços de lazer e preservação
Parque da Represa receberá parque linear ao longo do rio Jundiaí-Mirim

Parque Linear dá início à integração de espaços de lazer e preservação

 

Em 120 dias, o primeiro parque linear de Jundiaí ao longo de trecho do rio Jundiaí-Mirim, estará concluído. iniciativa faz parte de projeto de integração entre as pistas de caminhada e ciclovias no entorno das represas de Acumulação e Captação da cidade, e a interligação entre o Parque da Cidade e o Mundo das Crianças, com foco em preservação agregada à área de lazer para a população. As obras contemplam a implantação de ciclovia, pista de caminhada, playground, academia ao ar livre e proteção à mata ciliar que margeia o rio que é o principal manancial de Jundiaí. As intervenções iniciarão na segunda-feira (2), sendo realizadas pela Prefeitura de Jundiaí e DAE . A

“Jundiaí é uma cidade reconhecida pela qualidade de vida oferecida à sua população, sendo a segunda no Brasil com melhores indicadores neste quesito de acordo com o Índice de Desafios da Gestão Municipal (IDGM). Investir em espaços que proporcionem convivência com a natureza e prática de atividades físicas e lazer, é promover a saúde e o bem-estar aos munícipes”, comenta o prefeito Luiz Fernando Machado.

Os parques lineares, como o nome sugere, são construídos paralelamente a cursos d’água, como rios e córregos, acompanhando seus trajetos. O objetivo principal é a preservação da mata ciliar, além de proporcionar espaços de lazer integrados à natureza, mesmo em áreas incrustradas em centros urbanizados. No primeiro trecho a ser construído na cidade, de 750 metros de comprimento, serão instaladas ciclovia de 680 metros, 1,3 mil metros de comprimento de pista de caminhada, playground, academia ao ar livre, decks e ponte.

De acordo com o gestor da Unidade de Gestão de Infraestrutura e Serviços Públicos (UGISP), Adilson Rosa, a obra terá investimento de aproximadamente R$ 800 mil. “A construção é integrada ao meio ambiente. Aproveitaremos as árvores já existentes para o sombreamento e criação dos espaços de circulação e de lazer com os equipamentos para a brincadeira das crianças e suas famílias”, detalha.

A obra terá duração de 120 dias, segundo informa o diretor de Planejamento da UGISP, Eduardo Valença. “O canteiro de obras será implantado na segunda-feira (2), com o início das medições e demarcações dos traçados das ciclovias e pista de caminhada”, esclarece.

Proteção

A segunda fase de implantação do Parque Linear será coordenada pela DAE e envolve as ciclovias do Mundo das Crianças e Parque da Cidade, que também estão conectadas ao Jardim Botânico. Segundo o diretor presidente da DAE, Walter da Costa e Silva Filho, estes espaços já são considerados parques lineares e, com esta iniciativa, a área preservada será ampliada.

“É mais uma ação que vai contribuir para garantir mais segurança e preservação dos recursos hídricos, em especial no entorno do rio Jundiaí Mirim, principal manancial de abastecimento da cidade. O Parque da Cidade e o Mundo das Crianças têm este papel também, que será reforçado graças ao Parque Linear”, aponta Costa e Silva.

Assessoria de Imprensa
Fotos: Fotógrafos PMJ

About Jornal A Verdade

Leia também

“No trânsito, sua responsabilidade, salva vidas”.

Este é o tema da Semana Nacional de Trânsito (SNT) que é realizada anualmente entre …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com