Home / Destaque / Pesquisa Vírus Zika realizado pela FMJ e HU em Jundiaí precisa de voluntários

Pesquisa Vírus Zika realizado pela FMJ e HU em Jundiaí precisa de voluntários

O projeto de pesquisa “Infecção vertical pelo vírus zika e suas repercussões na área materno-infantil”, desenvolvido pela Faculdade de Medicina de Jundiaí (FMJ) e Hospital Universitário (HU), em parceria com a USP (Universidade de São Paulo), precisa de voluntários.

O projeto teve início em março de 2016. Envolve 751 mulheres/gestantes de alto risco, das quais já deram a luz a 728 bebês. Estes bebês serão acompanhados até os três anos de vida. Este acompanhamento inclui entrevistas periódicas por telefone e consultas com equipe multidisciplinar. “A pesquisa já demonstrou que existem casos em que a criança não apresenta microcefalia, mas outras alterações no desenvolvimento neuropsicomotor, por isso é importante o acompanhamento das crianças durante este tempo”, ressalta o Prof. Dr. Saulo Duarte Passos que coordena todo o trabalho.

A questão é que muitas mães, ao perceberam que o bebê não apresenta microcefalia, abandonam o acompanhamento do projeto. “Recentemente soubemos do caso de um bebê de oito meses que começou a apresentar dificuldade para enxergar. Fomos investigar e está relacionado ao vírus. Este exemplo nos dá a dimensão do quanto a manutenção deste acompanhamento é relevante”, diz o médico. E é neste processo de resgatar as mães e bebês que abandonaram o projeto que os voluntários irão atuar.

O trabalho voluntário será desenvolvido no próprio HU, em Jundiaí, pelo período de quatro horas semanais. O interessado é que define qual o melhor período para ajudar (manhã, tarde ou noite). Antes de iniciar as atividades, os voluntários passam por um treinamento de capacitação.

Podem ser voluntários: estudantes, profissionais já formados na área de saúde ou em outras áreas, aposentados, donas de casa e todos que tiverem interesse em colaborar. A idade mínima é 18 anos. Os interessados devem fazer inscrições pelo telefone (11)4527-5700 ramal 820.

 

A pesquisa

O projeto “Infecção vertical pelo vírus zika e suas repercussões na área materno-infantil” deve ser concluído em 2020. O principal objetivo é investigar a transmissão do vírus em gestantes e suas repercussões nas crianças. Os resultados serão utilizados pelo Brasil e outros países do mundo para esclarecer todas as dúvidas que ainda existem sobre as doenças causadas pelo Aedes aegypti.

Leia também

Estão abertas as inscrições para o 5º Festival de Teatro de Jundiaí (Festeju)

A Unidade de Gestão de Cultura (UGC) abriu as inscrições para o credenciamento de artistas …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com