Home / Destaque / Polícia de Campinas liberta três mulheres que seriam levadas a tribunal do crime em Jundiaí

Polícia de Campinas liberta três mulheres que seriam levadas a tribunal do crime em Jundiaí

Policiais militares libertaram nesta segunda-feira (1) três mulheres que eram mantidas reféns na região do bairro Cidade Singer, em Campinas (SP), e seriam levadas para serem “julgadas” em um tribunal do crime em Jundiaí (SP). Quatro suspeitos foram presos.

De acordo com a corporação, os PMs chegaram ao cativeiro após uma mulher, resgatada em uma rua do bairro depois ter sido espancada, indicar o local onde o suspeito poderia ser encontrado. Segundo a Polícia Militar, devido a gravidade dos ferimentos a vítima não conseguiu conversar com os policiais, mas escreveu as características do agressor e o possível endereço.

Gritos por socorro

Os policiais informaram que durante o patrulhamento da ocorrência da agressão, abordou um suspeito saindo de um imóvel e, neste momento, os PMs ouviram gritos por socorro. As três mulheres foram encontradas em quarto pequeno, em cima de um colchão. Outros três homens que estavam no local foram presos.

De acordo com a PM, as mulheres contaram que eram mantidas reféns no imóvel desde a manhã de domingo. Ainda segundo a corporação, os suspeitos confessaram que são integrantes de uma facção criminosa e que levaram as três reféns para um tribunal do crime no bairro São Camilo, na cidade de Jundiaí.

Os policiais relataram que um dos suspeitos disse exercer a função de “disciplina” do grupo criminoso.

Os quatro suspeitos e as vítimas foram conduzidos até a 2ª Delegacia Seccional de Campinas para registro da ocorrência.

Fonte:G1

Leia também

Anvisa libera CoronaVac para crianças e adolescentes entre 6 e 17 anos

Agência vetou dose para menores imunossuprimidos A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) aprovou nesta …

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com