Home / Destaque / Prefeito de Várzea Paulista, Juvenal Rossi, fala com exclusividade ao JV sobre bloqueio de Bens

Prefeito de Várzea Paulista, Juvenal Rossi, fala com exclusividade ao JV sobre bloqueio de Bens

A notícia de que o prefeito de Várzea Paulista, Juvenal Rossi, havia sido cassado pela Justiça, agitou os meios políticos na noite desta quinta-feira. Entretanto, o que ocorreu foi a determinação, pela juíza Flávia Cristina Campos Luders, da indisponibilidade de bens (R$372 mil) do Chefe do Executivo varzino pela Justiça. Por isso o JV Regional optou por apurar os fatos antes de publicar a matéria, checando os fatos. Além disso, quando recebemos a notícia a edição impressa já havia sido encaminhada a gráfica.  Após entrarmos em contato com o próprio prefeito, para um posicionamento direto, Juvenal enviou uma carta à redação falando com exclusividade ao Jornal A Verdade Regional deste processo.  Veja o texto:

Hoje bem pela manhã, aqui de casa, no Jardim Cruz Alta, tirei um tempo para ler mensagens, indagações e até alguns xingamentos e ofensas, após a justiça determinar na etapa preliminar de uma ação civil pública a indisponibilidade de bens do comprador da prefeitura e dos meus de forma solidária.

Digo indisponibilidade e não bloqueio, pois não disponho desse valor em nenhuma conta bancária, apesar de que, da forma como a notícia é veiculada, repercutida e especialmente entendida, a quem imagine que eu disponha deste dinheiro (mais de R$ 300 mil reais), isso não é verdade.

O prefeito responde solidariamente em praticamente todos os processos movidos contra a prefeitura, e saliento que ser processado não é nenhum crime.  Em nenhum desses processos sou acusado de ter cometido crime de corrupção e nem de ter me apropriado de dinheiro público, não respondo a nenhuma ação criminal, respondo única e exclusivamente a processos administrativos.

Quem fizer uma consulta no Tribunal de Justiça verá que depois de 6 anos de mandato e centenas de compras e processos licitatórios realizados, encontrará apenas 3 processos relacionados a licitações, e em um dos casos já há parecer favorável do Tribunal de Contas. Até aqui, nunca tive  condenação e já fui absolvido pela justiça em outros  processos .

A justiça precisa ser feita, doa a quem doer, se eu errei se alguém da minha equipe errou, se as empresas combinaram preço para vencer licitação com sobrepreço, ou se o preço adotado como referência pelo órgão técnico do MP está subestimado e tomam por referência preços praticados em vendas diretas e/ou pela internet e não preço público praticados em inúmeras prefeituras do Brasil, o tempo e o curso da ação judicial é quem irão dizer. 

É bom ressaltar que não houve cassação de mandato, não houve nenhuma suspensão de direitos políticos e a decisão noticiada foi proferida pela justiça antes que eu sequer apresentasse minha defesa.      

Por confiar na justiça, estou seguro de que serei mais uma vez inocentado, que está indisponibilidade se revelará desnecessária, logo sendo suspensa e é neste sentido que devo encaminhar exaustiva argumentação ao poder judiciário nos próximos dias.

Agradeço a confiança, o carinho e as centenas de mensagens manifestando apreço e preocupação”.

Atenciosamente Juvenal Rossi

 

 

Leia também

Brasil registra mais de 500.000 mortos por covid-19 neste sábado

Mais de meio milhão de brasileiros morreram em decorrência da covid-19. De acordo com balanço …

One comment

  1. Como se não bastasse os inúmeros casos de verdadeira corrupção, temos que ver o prefeito Juvenal Rossi, pessoa que goza da minha absoluta confiança, sendo criticado por algo que não se justifica e que em breve restará provado. Espero que a justiça seja feita rapidamente.

Deixe uma resposta para Marcelo Canale Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com