Home / Destaque / Prefeitura de Jundiaí intensifica remoção de árvores que ameaçam transmissão de energia

Prefeitura de Jundiaí intensifica remoção de árvores que ameaçam transmissão de energia

CPFL é parceira da UGISP na remoção de árvores com problemas, assim como a Defesa Civil e a UGMT

A Prefeitura de Jundiaí, através da Unidade de Gestão de Infraestrutura e Serviços Públicos (UGISP), está intensificando a remoção de árvores na cidade com algum tipo de problema, que colocam em risco a transmissão de energia elétrica, o patrimônio e as vidas dos munícipes. As árvores só são retiradas após laudo de um engenheiro agrônomo que justifique a remoção. Vale ressaltar que cidadãos comuns não podem cortar troncos ou galhos por conta própria, pois isso infringe a legislação ambiental e pode causar acidentes fatais.

Apoiam a UGISP neste trabalho a CPFL Piratininga, que quando necessário interrompe o fornecimento de energia no local durante a remoção, a Defesa Civil de Jundiaí e a Unidade de Gestão de Mobilidade e Transporte (UGMT), responsável pela reserva de vagas próximas às árvores para os carros de serviço.

CPFL é parceira da UGISP na remoção de árvores com problemas, assim como a Defesa Civil e a UGMT

Na manhã desta quinta-feira (30), prestadores de serviços da UGISP e demais parceiros na ação retiraram uma árvore inclinada na Rua Uva Paulistinha, no bairro Morada das Vinhas, que estava sobre a rede de transmissão. Esta teve de ser desligada pela CPFL.

“O trabalho constante de manutenção é muito importante e tem caráter preventivo. Realizamos o serviço com maior frequência desde o início da pandemia do Novo Coronavírus, visando evitar a interrupção de energia principalmente nas proximidades dos hospitais que atendem pacientes com COVID-19. Muitas destas pessoas dependem de equipamentos eletrônicos para viver, por isso queremos evitar que galhos e troncos atinjam a fiação”, ressalta o gestor da UGISP, Adilson Rosa.

A queda de árvores também pode causar danos materiais e ferir pessoas, de acordo com o gestor. “Troncos e galhos podem pegar fogo com o rompimento de cabos de energia. Isso pode gerar uma descarga elétrica de até 13 mil volts. Queremos evitar também que carros e casas sejam destruídos e pessoas fiquem feridas se uma árvore com problemas cair, principalmente em dias de tempestade com ventos fortes”, finalizou Adilson.

 

Assessoria de Imprensa
Fotos: Fotógrafos PMJ

Leia também

Maxi Papai Noel 2020 3

Participe da Live com o Papai Noel nesta sexta (30) pelo Instagram e Facebook do Maxi Shopping

O Natal do Maxi Shopping Jundiaí vai ser surpreendente. E as surpresas começam nesta sexta (30), …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com