Home / Destaque / Prefeitura registrou 34 acidentes com escorpiões em Jundiaí este ano

Prefeitura registrou 34 acidentes com escorpiões em Jundiaí este ano

Os moradores de Jundiaí (SP) estão preocupados com uma possível infestação de escorpiões. Só neste ano foram registrados 34 acidentes com os bichos na cidade.

Na casa da auxiliar de limpeza Sueli Ribeiro, na Vila Comercial, foram encontrados cinco escorpiões, colocados em um pote. Para os moradores, a preocupação é grande.

“O meu celular despertou e, na hora que eu levei a mão para pegar, o escorpião estava um pouco para cima do celular, que fica na parede. Aí eu peguei e fiquei naquele choque”, conta a costureira Rutineia de Castro.

Do lado de fora da casa, há uma pista do que pode estar atraindo os bichos. Sueli conta que a vizinha colocou em dois terrenos um material reciclado. São sacos com plástico, papel e papelão. Está tudo acumulado e a pilha passa de três metros de altura. Sueli pediu providências à prefeitura.

“A situação está muito perigosa, a gente não está dormindo por causa do medo do escorpião, porque a gente está pegando escorpião dentro de casa”, comenta Sueli.

“Tem muita criança brincando na rua, todos ficam descalços na rua e foram encontrados vários também na rua, na calçada, então a gente está apavorado e pedindo ajuda”, completa Rutineia.

Os moradores da região da Vila Progresso também estão com medo. Só no fim de semana, uma moradora encontrou dentro de casa mais de 10 escorpiões e os guardou em uma garrafa.

Segundo a Vigilância Epidemiológica, ao todo foram contabilizadas 44 notificações envolvendo escorpiões este ano, mas sem nenhuma morte.

A prefeitura orienta os moradores a, quando encontrarem um escorpião, matarem ou aprisionarem o animal em um pote ou vasilhame e encaminhá-lo à Unidade de Vigilância de Zoonoses (UVZ). Em caso de recorrência, o ideal é solicitar uma vistoria pelo telefone 156.

Ao ser picada por um escorpião, a orientação é que a pessoa procure um Pronto Atendimento (PA) para avaliação e identificação da necessidade de receber medicação. O soro é aplicado no Hospital São Vicente se a ocorrência for em adulto e no Hospital Universitário (HU) se for criança.

(Fonte: G1)

Leia também

Correios decidem manter os preços das encomendas

Estatal registrou um aumento de 40% no volume de encomendas   Os Correios anunciaram a …

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com