Home / Destaque / Preso por jogar ácido com veneno de rato na ex deve participar de programa de conscientização em CDP

Preso por jogar ácido com veneno de rato na ex deve participar de programa de conscientização em CDP

O homem de 30 anos que foi preso por jogar uma mistura de ácido com veneno de rato no rosto da ex-mulher, em Campo Limpo Paulista (SP), deve participar de um programa de conscientização contra violência, segundo a SAP.

Ele foi encaminhado para o Centro de Detenção Provisória (CDP) de Jundiaí (SP) na segunda-feira (2), onde responde pelos crimes de lesão corporal e violência doméstica.

Segundo a assessoria de imprensa da Secretaria de Administração Penitenciária (SAP), o programa em questão, intitulado “Voz da Consciência”, trata sobre a violência contra a mulher.

Os detentos, após aceitarem a participar, passam por dinâmicas acompanhadas por assistentes sociais e psicólogos, a fim de promover uma reflexão sobre as violências de gênero e doméstica, relacionamentos familiares e afetivos e o desenvolvimento de ferramentas e recursos pela não-violência.

Entenda o caso
De acordo com o boletim de ocorrência, a mulher, de 26 anos, contou que o ex-marido, de 30 anos, arrombou a porta da casa, jogou a substância no rosto dela e teria mandado ela beber o líquido. A mulher gritou por socorro e foi ajudada por um vizinho, na manhã de domingo (1º).

A Polícia Militar foi acionada e encontrou o rapaz na estrada Aksel Ernits com o frasco em mãos. Ele foi preso em flagrante e confessou o crime.

A jovem passou por atendimento no Hospital das Clínicas de Campo Limpo Paulista e foi liberada sem sequelas.

Crise de ciúme
Ainda segundo a vítima, os dois têm uma filha e no dia a menina estava na casa da irmã do suspeito. Contudo, ela acredita que uma foto em uma rede social teria gerado uma crise de ciúme dele, que mandou várias mensagens e fez ligações assim que viu o registro entre amigas.

Depois de tentar tirar satisfação com a ex-mulher, o homem foi até onde a casa dela com garrafa, jogou o líquido no rosto e tentou obriga-la a beber.

“Segurei o líquido na boca e não bebi. Caiu no meu olho, no meu cabelo, mas não sofri dano físico. O psicológico fica abalado, mas estou tentando seguir minha vida”, diz.

Ainda segundo a vítima, o casal teve uma separação tranquila e um bom relacionamento entre as duas famílias.

(Fonte: G1)

Leia também

batom 2

Tendências lançadas para os lábios no Verão 2020!

As tendências trazem batons em cores contrastantes. Do vermelhão, ao nude e ao rosa pink! …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com