Home / Destaque / Primeira criança a receber vacina contra a Covid-19 em Itupeva mora no Jardim Brasil

Primeira criança a receber vacina contra a Covid-19 em Itupeva mora no Jardim Brasil

Gustavo Carvalho, de 8 anos, recebeu a 1ª dose da vacina pediátrica da Pfizer

 

Itupeva viveu, na manhã desta segunda-feira (17), mais um momento emocionante e histórico no enfrentamento à Covid-19. Hoje, a Prefeitura de Itupeva, por meio da Secretaria Municipal de Saúde, iniciou o período de vacinação do público infantil, na faixa etária entre 5 a 11 anos, com comorbidades ou deficiências permanentes.

A secretária de Saúde, Luciane Alves da Cunha, esteve no Ginásio de Esportes Dorival Raymundo e acompanhou o momento da aplicação da 1ª vacina pediátrica da Pfizer, no morador do bairro Jardim Brasil, o pequeno Gustavo Carvalho, de 8 anos, que esteve no local junto com sua mãe, Aline Luz, que salientou a importância deste momento. “Essa ocasião foi muito aguardada, pois meu filho tem bronquite e fico preocupada com isso e, agora, com a vacina estou mais aliviada”, comentou.

Por sua vez, Gustavo Carvalho disse que a vacina doeu um pouquinho. “Mas ela faz bem e estou contente”, disse o garoto.

Luciane Alves da Cunha explicou que a imunização deste público terá continuidade ao longo desta segunda-feira (17) e seguirá na terça (18) e quarta (19), no Ginásio Municipal de Esportes e as agendas já estão liberadas. “A imunização das crianças é extremamente positiva, pois estamos avançando a vacinação para toda a população e, em especial o público infantil, até então não tinha uma perspectiva de ser vacinado e ser protegido do Coronavírus. Portanto, a chegada da vacina para as crianças tem o objetivo de protegê-las das infecções, diminuindo a gravidade da doença e com menos crianças nas portas dos hospitais, em busca de atendimento”, afirmou.

Neste primeiro momento estão sendo vacinadas crianças com comorbidades ou deficiência, com agendamento. “Estamos vivendo um novo momento e com internações pediátricas. Por isso é tão importante que os pais e responsáveis levem as crianças para a imunização”, disse.

Por enquanto serão liberadas 300 vagas, sendo 100 em cada dia. É necessário apresentar laudo médico ou receita, comprovando a situação. Após a aplicação da vacina, a criança ficará em observação por 20 minutos no local.

O pré-cadastro para vacinação desse público foi liberado e deve ser feito no Site do Governo do Estado, no link www.vacinaja.sp.gov.br.

A lista de comorbidades definida pelo Ministério da Saúde é a seguinte:
– Insuficiência cardíaca
– Cor-pulmonale e hipertensão pulmonar
– Cardiopatia hipertensiva
– Síndromes coronarianas
– Valvopatias
– Miocardiopatias e pericardiopatias
– Doenças da aorta, grandes vasos e fístulas arteriovenosas
– Arritmias cardíacas
– Cardiopatias congênitas
– Próteses e implantes cardíacos
– Talassemia
– Síndrome de Down
– Diabetes mellitus
– Pneumopatias crônicas graves
– Hipertensão arterial resistente e de artéria estágio 3
– Hipertensão estágios 1 e 2 com lesão e órgão alvo
– Doença cerebrovascular
– Doença renal crônica
– Imunossuprimidos (incluindo pacientes oncológicos)
– Anemia falciforme
– Obesidade mórbida
– Cirrose hepática
– HIV

 

VACINACAO-CRIANCAS-2Vacinação segue com horário agendamento e é necessário apresentar laudo médico ou receita, comprovando a situação

 

VACINACAO-CRIANCAS-3Secretária de Saúde liberou 100 vagas por dia até quarta-feira (19) para crianças com comorbidades ou deficiência

 

 

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com