Home / Região / programa ‘Mais Asfalto’ soma 50 mil m² de vias recapeadas em Jundiaí

programa ‘Mais Asfalto’ soma 50 mil m² de vias recapeadas em Jundiaí

Lançado no dia 9 de agosto, o “Programa Mais Asfalto” completa um mês com mais de 50 mil metros quadrados de vias – em diversos bairros – já recapeadas. Ao todo, o investimento prevê 700 mil metros quadrados de melhorias em vias em toda a cidade nos próximos meses com  investimento de R$ 40 milhões pelo “Avança Jundiaí”. As primeiras duas etapas, que englobam as regiões da Agapeama, Vila Arens e Comercial, se encerram nos próximos dias, para que seja iniciada a terceira fase do investimento, nas regiões da Vila Marlene e São Camilo.

O Prefeito Luiz Fernando Machado destaca a importância do recapeamento e melhoria asfáltica na cidade. “Trata-se de uma importante melhoria para as milhares de pessoas que vivem e passam por essas regiões. A organização dos serviços é feita de forma a impactar o menos possível o movimento do bairro. Vias de grande fluxo terão as obras realizadas no período noturno, por exemplo. Esse é o primeiro de uma série de pacotes de investimentos em infraestrutura urbana que faremos nos próximos anos”, explica.

Segundo dados da Unidade de Infraestrutura e Serviços Públicos (UGISP), até a última medição, na sexta-feira (06), 50 mil metros quadrados de vias nos bairros Agapeama, Maringá, Vila Arens, Comercial e Vila Progresso receberam as ações do ‘Mais Asfalto’. Já foram concluídos os recapeamentos nas ruas Centenário, Clemente Rosa e Paraná (Vila Maringá) e avenida São Paulo (Vila Progresso), Rua da Várzea e a José Francisco Panzoldo. A Rua Iguaçu e avenida Adoniro Ladeira encerram o investimento das duas primeiras fases, no valor de R$ 5,4 milhões. Para evitar transtornos à população, o recapeamento da Avenida União dos Ferroviários será feito no período noturno.

Os próximos trechos a receberem o recape serão Avenida Bento Figueiredo e Avenida Antonio Frederico Ozanam (no trecho entre a João Cereser e Unip) e Rua Olívio Boa, localizados na região da Vila Marlene, Torre de São José e Engordadouro, com valor estimado em R$ 1,6 milhão, além da região do São Camilo com Jundiaí Mirim e Tarumã, com R$ 2,5 milhões previstos.

 

Leia também

Jundiai geral

Alerta da Defesa Civil: Jundiaí tem o segundo dia mais quente do ano

Uma intensa onda de calor está atuando em todo o estado de São Paulo, deixando …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com