Home / Variedades / Quaresma: Oportunidade para saborear peixe

Quaresma: Oportunidade para saborear peixe

No período da Quaresma, que acontece após o feriado da quarta-feira de Cinzas, o consumo de peixes aumenta consideravelmente, uma vez que grande parte das pessoas costuma trocar a carne pelo pescado. Além do momento propício para se comer peixe, esse tipo de alimentação faz bem a saúde.
Segundo a Organização das Nações Unidas para Alimentação e Agricultura (FAO), entre 2000 e 2009, o consumo de peixe per capita cresceu cerca de 30% no Brasil, enquanto o de carne bovina subiu 10%.
O Ministério da Pesca e Aquicultura informa que o brasileiro consome hoje cerca de 9 quilos de pescado por ano. O número é inferior ao indicado pela Organização das Nações Unidas para Alimentação e Agricultura (FAO), que recomenda 12 kg por pessoa. O Ministério da Saúde, por sua vez, estimula o consumo de peixe fresco duas vezes por semana. E é na Quaresma que essa recomendação às vezes é seguida pela tradição de alguns católicos que se abstêm de carne vermelha, especialmente nas quartas e sextas-feiras, durante os 40 dias.
A ingestão regular de pescado oferece ferro, vitamina B12, cálcio e aminoácidos essenciais que auxiliam na constituição de proteínas. As substâncias contidas no pescado apresentam baixo teor de gordura. pessoas estão se conscientizando que peixe é bom para a saúde.

Dicas de como comprar
Muitas pessoas costumam consumir peixes neste período que vai do fim do Carnaval até a Semana Santa, conhecido como Quaresma pelos católicos. Para melhor aproveitar a tradição, os consumidores devem ter alguns cuidados na hora de comprar o pescado.
Os olhos devem ser transparentes e brilhantes, como se o peixe ainda estivesse vivo. Quando o peixe fica muito tempo no gelo ele fica com os olhos achatados e sem brilho.
O corpo do peixe tem que estar bem liso, com a pele intacta e a carne firme sempre que pressionarmos o dedo sobre ela.
Quando comprado fresco, o peixe deve apresentar guelras brilhantes e com a cor vermelha, clara e sem marcas cinzentas.
A pele tem que estar brilhante e úmida ao tato. A cor pode variar, dependendo das características das espécies.

Da redação (redacao@jvregional.com.br)

Leia também

ÁGUA – Com previsão de estiagem severa, Louveira lança campanha sobre consumo consciente e combate ao desperdício

Objetivo é sensibilizar a população e reduzir consumo em momento de previsão de chuvas nos …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com