Home / Cultura / Refogado do Sandi elege Corte do ‘Jubileu de Prata’ com discurso contra a violência

Refogado do Sandi elege Corte do ‘Jubileu de Prata’ com discurso contra a violência

Celebrando seus 25 anos de fundação, o Bloco Refogado do Sandi, o mais tradicional de Jundiaí e região, registrado em 2016 como patrimônio cultural imaterial, apresentou sua Corte do ‘Jubileu de Prata’ que abre oficialmente o Carnaval da cidade no dia 1º de março.

A nova rainha é a jornalista Liliane Rossi. Refoguense há 10 anos, Liliane disse que a nomeação foi um dos momentos mais especiais de sua vida. “Estou tão honrada e tão feliz que me faltam palavras pra explicar o que sinto. Essa corte é simplesmente maravilhosa. Somos mulheres, guerreiras e aqui ninguém solta a mão de ninguém”.

A poetisa Regiane Rossini e a coordenadora de Recursos Humanos, Marcinha Pires, foram eleitas princesas. “Estamos emocionadas com a nomeação e com a oportunidade de poder fazer parte dessa homenagem”, disseram. A novidade ficou por conta do posto de guadião, até então reservado aos homens. Neste ano a diretoria elegeu a jornalista Claudia Muller como guardiã da Corte do Jubileu.

Com um discurso emocionante, a diretora Gisela Vieira disse que a nova Corte demonstra o poder das mulheres contra a violência. Só na primeira semana de janeiro, mais de 20 mulheres foram vítimas de feminicídio no país. “Essa corte é empoderada e contra a violência. Essa corte representa nossas mães, nossas filhas, tias e irmãs. Essa corte é a mais forte, a mais linda e a mais robusta que poderíamos escolher para representar o Jubileu de Prata do bloco mais querido de Jundiaí”.

Ao som do grupo “Expressão Popular”, dezenas de refoguenses lotaram o restaurante Las Muchachas, na avenida 9 de julho, para sambar e aplaudir a festa que abre o calendário de eventos do Refogado.

Na oportunidade, a jornalista Sumara Mesquita autografou exemplares do livro “Um Beijinho do Erazê” lançado em homenagem ao fundador do bloco, Erazê Martinho, falecido em 2006. Filósofo, poeta e publicitário, Erazê transformou o Refogado do Sandi em um legado cultural para a cidade.

A partir de 1º de fevereiro o Bloco realiza eventos todas as sextas-feiras até o grande desfile que acontece na Sexta-feira de Carnaval no centro de Jundiaí e abre oficialmente a festa de Momo na cidade. Em 2018 mais de 30 mil pessoas desfilaram pelas ruas da cidade para acompanhar o Bloco Refogado do Sandi.

 

 

 

Leia também

Brasil registra mais de 500.000 mortos por covid-19 neste sábado

Mais de meio milhão de brasileiros morreram em decorrência da covid-19. De acordo com balanço …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com