Home / Opinião / Repensar o mundo
hildon1809

Repensar o mundo

Não se trata de sermos simples otimista, mas precisamos repensar o mundo – rever nossas condutas como seres que partilham a Terra.

Para que a reflexão não se perca é bom elencar prioridades. Para que prioridades não sejam egoístas pensemo-nos como coletividade(s).

Falemos do país. Repensar a sociedade é ver suas urgências, são elas: as pautas indenitárias aliadas a um forte viés crítico às desigualdades socioeconômicas que reinam no Brasil.

A luta pela defesa e ampliação dos direitos dos povos indígenas em conjunto ao respeito e a cobrança por medidas que protejam o meio ambiente; o debate profundo sobre o racismo estrutural no país e ações pela melhoria efetiva das vidas da população negra e parda; o respeito às diversidades e às questões da população LGBTQIA+; apoio às pautas feministas que combatem desigualdades, feminicídios, explorações e abusos contra mulheres; ampla defesa das políticas sociais que dêem chances reais aos mais pobres; e o combate a toda e qualquer forma de preconceito e discriminação. São pontos de extrema importância, assim como valorização e melhoria dos serviços públicos na área da educação, saúde, transportes e segurança.

Todos esses temas estão vinculados a uma visão menos egocêntrica e elitista da sociedade e devemos considerar que é por meio deles que haverá conscientização, empatia e melhorias no país – e também ações mais justas. Qualquer discurso que não leve isso em conta no Brasil cheira a hipocrisia e politicagem oca.

Leia também

nalini-2510

A democracia está no fim?

Muitos livros foram escritos sobre o fim da democracia, com a chegada de líderes populistas …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com