Home / Destaque / Riscos de acidentes com pipas na rede elétrica aumentam durante as férias escolares

Riscos de acidentes com pipas na rede elétrica aumentam durante as férias escolares

Embora restem apenas alguns dias até o termino das férias escolares, pais e responsáveis devem ficar atentos às crianças e adolescentes aproveitam para curtir uma das mais antigas e tradicionais brincadeiras da infância: empinar pipa. Para que a diversão não vire um acidente grave ou, muitas vezes, fatal.

Entre 2018 e 2019, apenas nas cidades atendidas pela CPFL Piratininga, a companhia registrou mais de 3,6 mil interrupções motivadas por pipas próximas à rede elétrica. “Os impactos para a população podem ser graves – colocando em risco a segurança dos pequenos durante as férias escolares e prejudicando a qualidade do fornecimento de energia”, afirma Marcos Victor Lopes, gerente de Saúde e Segurança da CPFL Energia.

Na comparação entre os últimos dois anos, é possível perceber que os casos de interrupções causadas por pipas mais que dobraram. Foram 1.180 casos registrados pela distribuidora em 2018 frente a 2.431 em 2019. Uma das principais causas dos acidentes está relacionada ao uso de cerol, uma mistura de cola, limalha e vidro moído e da “linha chilena”.

Vale ressaltar que o uso dos dois componentes é considerado crime. Além disso, estas linhas provocam curtos-circuitos e choques, podendo até ser um risco para ciclistas, motociclistas e a população em geral.

Leia também

Rodolfo e criança

Professor Rodolfo deixa Educação de Várzea Paulista e deixa um legado para a cidade

No dia 31 de dezembro de 2019, o Professor Rodolfo Braga deixou o cargo de …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com