Home / Destaque / Neste sábado (4) tem vacinação contra febre amarela na UBS Central de Jundiaí

Neste sábado (4) tem vacinação contra febre amarela na UBS Central de Jundiaí

Com o objetivo de não interromper o atendimento à população de Jundiaí, a Unidade de Gestão de Promoção da Saúde (UGPS) abrirá a Unidade Básica de Saúde (UBS) Central, no sábado (4), para a vacinação contra febre amarela. A ação jundiaiense, que atinge mais de 87% da população imunizada, foi elogiada pelo Secretário de Saúde do Estado, David Uip. A cidade não registra casos suspeitos ou confirmados da doença em humanos.

De acordo com levantamento da Vigilância Epidemiológica (VE), desde o início do ano, Jundiaí imunizou 261.603 pessoas. A esse total, se estima que mais 100 mil pessoas tenham recebido a vacina em algum período anterior. Desta forma, mais de 87% da população jundiaiense, de acordo com o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) em 409 mil pessoas, esteja imunizada. “A meta é de no mínimo 95%. A vacinação é a única forma de prevenção da doença”, detalha a enfermeira da VE, Maria do Carmo Possidente.

A vacinação será realizada na UBS Central (avenida Antonio Segre, 71 – Centro), das 9h às 16h. Crianças abaixo de 6 anos só podem ser imunizadas com a apresentação da carteira de vacinação. A dose é restrita a pessoas que sejam alérgicas a ovos, estejam em tratamento quimioterápico ou façam uso de determinados corticoides.

Elogio

A atuação de Jundiaí no combate à febre amarela foi motivo de elogio por parte do secretário de Saúde do Estado. O prefeito Luiz Fernando Machado transmitiu o recado para todos os servidores da UGPS, durante visita à UBS Retiro, nesta terça-feira (31). “Recebi a ligação do secretário David Uip, parabenizando pela excelente ação de vacinação que estamos desenvolvendo na cidade. Os números são surpreendentes, e só foram possíveis com a colaboração e dedicação dos profissionais das UBS para o atendimento da população”, detalha.

Entre as medidas de contenção do vírus da febre amarela na cidade, a Unidade de Vigilância de Zoonoses (UVZ) adotou o fechamento do Parque Corrupira e a orientação do fechamento (restrição de acesso somente a pessoas vacinadas) para dois clubes privados da cidade onde foram registradas a localização de macacos mortos, um deles positivo para a doença, além de identificação dos mosquitos vetores de transmissão. Outras iniciativas foram: vacinação casa a casa, ampliação de horário de atendimento das UBSs além de abertura aos sábados.

Leia também

Com 116 mil doses aplicadas, vacinação em Jundiaí segue sem interrupção, com organização e planejamento

A vacinação contra a COVID-19 em Jundiaí teve início em 21 de janeiro. Desde então, …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com