Home / Destaque / Servidores de Jundiaí anunciam ‘estado de greve’; Em nota prefeitura reforça compromisso de reposição salarial

Servidores de Jundiaí anunciam ‘estado de greve’; Em nota prefeitura reforça compromisso de reposição salarial

A administração enfatiza que mantém o diálogo aberto com os servidores municipais

Mesmo após a realização de uma reunião nesta segunda-feira (14), entre representantes do Executivo e uma comissão formada por servidores e diretores do SindSerJun e do SinDae para esclarecer, novamente, sobre os estudos orçamentários que demonstram a capacidade do reajuste proposto, de modo a não comprometer o planejamento financeiro do município, o Sindicato dos Servidores Públicos de Jundiaí (Sindserjun), após uma Assembleia Geral realizada na própria segunda-feira (14) no Paço Municipal, comunicou que os servidores municipais vão entrar em greve após rejeitarem a proposta de reajuste feita pela Prefeitura  de conceder a reposição de 6% referente à inflação dos últimos dois anos, de 5,5%, mais aumento real de 0,5%, além de reajustar o vale-refeição em 10%. Já os funcionários que estiveram na câmara Municipal na última terça-feira (8) – foto) reivindicam 10% de aumento mais R$ 100 de auxílio-alimentação.

Compromisso com o servidor

A Prefeitura de Jundiaí informa que a proposta de aumento de 6% nos salários dos servidores municipais corresponde à reposição da inflação medida pelo INPC, acumulada nos dois últimos anos (até março, 5,5 %), mais ganho real de 0,5%. Esse compromisso de reposição foi estabelecido no ano passado pela administração junto ao SindSerJun. Além de um ganho real de 0,5% nos salários, o vale-alimentação pago para todos os servidores em atividade deverá ser reajustado em 10% (de R$ 577,41 para R$ 635,15), com o valor do adicional pago em novembro subindo de R$ 437,44 para R$ 481,18. O vale-alimentação assegura atualização do poder de compra para os que ganham menos.

A administração ainda em nota destaca que a negociação foi realizada observada a capacidade de arrecadação da Prefeitura, o comportamento da economia e embasada pelo princípio da gestão fiscal responsável, que é uma das bandeiras desta administração. Afinal, como já sabido, a situação de descontrole fiscal deixada pela gestão anterior colocou em risco o compromisso de pagar a folha de pagamento e todas as demais obrigações legais com os servidores em dia. Cabe destacar ainda que a administração mantém o diálogo aberto com os servidores municipais.

A gestão reitera ainda sua posição de respeito à livre manifestação daqueles que não concordam com a proposta, mas entende que as decisões precisam ser analisadas à luz da realidade da municipalidade e do País, e no limite da responsabilidade para que não sejam prejudiciais à prestação dos serviços públicos, muitos deles essenciais para os moradores da cidade de Jundiaí.

Leia também

PAT de Várzea Paulista disponibiliza 150 vagas de emprego

Oportunidades são para pessoas de várias escolaridades; há vagas de abatedor de aves para pessoas …

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com