Home / Cultura / Sinônimo de Primavera, abelhas são fonte de vida

Sinônimo de Primavera, abelhas são fonte de vida

A menos de 10 minutos de carro, no Bairro do Mursa, bem pertinho do centro de Várzea Paulista, existe um lugar onde a natureza pode reinar absoluta. É no Clube de Campo da Cica, que a Guarda Municipal Ambiental fixou a sua base. E lá, cercados de animais silvestres, os GCMs realizam diversos trabalhos voltados para a educação e conscientização ambiental. Entre eles, uma das empreitadas é o cultivo de abelhas sem ferrão.  Entre jatais, mandaguaris e manga-saias, os guardas já contam com mais de 10 espécies diferentes.

A proposta do cultivo dessas abelhas é ensinar para a população a importância que esses insetos têm e mostrar que a grande maioria das espécies de abelhas, não oferece nenhum risco para os seres humanos. “As pessoas têm medo delas (abelhas) por achar que todas tem ferrão e vão picar. O que nós queremos mostrar é que a grande maioria das abelhas não atacam. Elas não têm ferrão e nem instinto protetor. Não existe motivos para matá-las” contou Sant’Anna, guarda municipal de segunda classe.

A meta é educar

Os GCMs têm planos para em breve organizar visitas escolares ao viveiro das abelhas e mostrar de perto para as crianças todo o processo de polinização das abelhas. “O futuro está nas mãos das crianças. Já sabemos que sem abelhas não tem vida. Agora vamos mostrar isso para elas. Ensiná-las a não ter medo e não destruir as colmeias” falou o inspetor Afonso Barbosa.

03.10.18-toptop5-abelhas

Para isso, os GCMs estão se preparando e já estiveram em alguns lugares oferecendo palestras educativas. “Estivemos em uma empresa e conversamos com os funcionários. Falamos com pessoas graduadas, engenheiros e advogados, e todos eles falaram a mesma coisa: que não tinham nem ideia da importância das abelhas para natureza” disse Barbosa. “As pessoas pensam em abelhas e já associam a mel e picada, mas elas são muito mais do que isso, elas garantem a nossa vida”, completou Sant’Anna.

Ciclo da vida

Pode parecer exagerado, mas quase todo o alimento que consumimos depende do trabalho das abelhas. Do arroz e a soja, passando pelo açúcar e o trigo, até a carne bovina. Tudo depende da polinização que elas fazem. São as abelhas que garantem a fertilização do solo, e assim, a produção alimentar em todo o mundo. É durante a polinização que o pólen é transferido de um lugar para outro e este processo é o que garante a renovação da flora.

Alguns estudos apontam, que sem as abelhas, a humanidade teria pouquíssimo tempo antes de mergulhar numa enorme estiagem alimentar. O físico Albert Einstein imaginou alguns cenários onde as abelhas não mais existissem, e declarou que, “Se as abelhas desaparecerem da face da Terra, a humanidade terá apenas mais quatro anos de existência. Sem abelhas não há polinização, não há reprodução da flora, sem flora não há animais, sem animais, não haverá raça humana.”.

03.10.18-toptop-6-abelhas

03.10.18-toptop1-abelhasComo preservar?

O inspetor Afonso fala sobre como cada um pode fazer a sua parte na preservação desta espécie que é fundamental para a humanidade. “Não destruir as suas colmeias é o principal. Mas também podemos fazer mais. Preservar nossos espaços verdes e não impedir que elas se proliferem é fundamental”.

Sobre o risco que elas podem oferecer, o inspetor conta que das espécies brasileiras, não existe motivos para preocupação, “As abelhas brasileiras são inofensivas, só as africanas invasoras têm ferrão, e elas também tem o instinto protetor. Se mantermos distância, não tem perigo algum”.

Leia também

“No trânsito, sua responsabilidade, salva vidas”.

Este é o tema da Semana Nacional de Trânsito (SNT) que é realizada anualmente entre …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com