Home / Destaque / Teleatendimento e teleconsulta: até que ponto isso pode ajudar?

Teleatendimento e teleconsulta: até que ponto isso pode ajudar?

A medicina, bem como a psicologia e outras terapias que antes eram realizadas exclusivamente entre o paciente e o profissional de saúde está ingressando no mundo virtual. Tanto a medicina, quanto a psicologia começam a utilizar recursos da videoconferência como formas de atendimento ao paciente. A medida está dividindo as opiniões: se por um lado pode ajudar pacientes em locais longe, por outro reduz a pessoalidade, quando profissional e paciente trocam informações.

A psicologia já utiliza este recurso através da resolução 11/2018, do CFP (Conselho Federal de Psicologia). Já a Medicina deve ter a regulamentação anunciada esta semana pelo Conselho Federal de Medicina com a Resolução 2.227/2018, que define e disciplina a telemedicina como forma de prestação de serviços médicos mediados por tecnologias. Com este sistema, os médicos brasileiros poderão realizar consultas online, assim como telecirurgias e telediagnóstico, entre outras formas de assistência à distância. A regulamentação entrará em vigor em três meses.

Leia também

Com 116 mil doses aplicadas, vacinação em Jundiaí segue sem interrupção, com organização e planejamento

A vacinação contra a COVID-19 em Jundiaí teve início em 21 de janeiro. Desde então, …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com